Política

Vereador propõe criação de Frente Parlamentar

Grupo trataria questões de violência sexual contra menores
16 de outubro de 2019 às 12:30
Foto: Gustavo Tamagno Martins, Câmara Municipal

Nesta quarta-feira (16), o vereador Elisandro Fiuza (Republicanos) propôs a criação de uma Frente Parlamentar em defesa de crianças e adolescentes que sofram com violência sexual. A manifestação ocorreu durante a sessão ordinária da Câmara Municipal e contou com apoio dos demais vereadores da Casa. A proposição ocorreu enquanto Fiuza discutia a respeito da vulnerabilidade de crianças e adolescentes em Caxias do Sul.

Citando reportagens veiculadas na imprensa, o vereador expôs dois casos que estariam sob investigação da Polícia Civil. Em um deles, a vítima seria uma criança com três anos de idade. Ambos os casos de violência teriam se originado dentro da família, através de tios e parentes. “A sociedade em que vivemos é violenta. A polícia investiga os estupros que teriam sido feitos por familiares das vítimas”, relatou Fiuza.

O parlamentar também pediu esforços para o desenvolvimento de políticas públicas que incentivem o apoio aos jovens que forem vítimas de crimes sexuais. Fiuza enalteceu ações dos conselhos tutelares, mas lamentou que lhes falte poder para atuar objetivamente com proteção a crianças e adolescentes. Em aparte, o vereador Adiló Didomenico (PTB) disse que a questão precisa ser expandida para a sociedade. “Se continuarmos em silêncio não iremos mudar isso. As pessoas não podem deixar que isso ocorra”, defendeu o petebista.

A proposição de Fiuza terminou com um vídeo animado voltado para o público infantil, que traz reflexão sobre a importância de se defender. Se a criança se sentir desconfortável perto de alguém, mesmo que seja um familiar próximo, ela deve ser capaz de se negar ao contato, dizer “não” e relatar a outros familiares o que está acontecendo.





Publicidade