Política

Vereador detalha proposta que cria Política Municipal para a População Migrante

Texto debate as urgências das demandas migratórias em Caxias do Sul
20 de novembro de 2019 às 11:12
Foto: Gabriela Bento Alves, Câmara Municipal

Nesta quarta-feira (20), na sessão ordinária da Câmara Municipal, o vereador Edson da Rosa (MDB) ocupou a tribuna para tratar sobre o projeto de lei nº 84/2018, de autoria do próprio parlamentar. O texto dispõe sobre a criação de uma Política Municipal voltada à População Migrante. A matéria visa garantir a migrantes o acesso a serviços públicos e políticas sociais, igualdade de direitos e oportunidades. Neste 20 de novembro, celebra-se o Dia Nacional da Consciência Negra.

O emedebista repercutiu reuniões com o promotor Fabiano de Moraes, com representante do Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), do Coletivo Ser Legal, da Universidade de Caxias do Sul (UCS), do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), da Faculdade Murialdo e da Secretaria Municipal da educação (Smed), além da relatora do projeto de lei, a vereadora Denise Pessôa (PT). Edson da Rosa acredita que o grupo de trabalho tem se inteirado da contextualização a que levam essas pessoas a migrarem para a cidade.

Em sua justificativa, a globalização tem o poder de unir as nações. Edson da Rosa citou como exemplo a chegada de haitianos e senegaleses a Caxias do Sul, fato que quebrou o paradigma vigente na sociedade. O emedebista lamentou que ainda exista preconceito e xenofobia por parte de alguns caxienses. Em aparte, Tatiane Frizzo (Solidariedade) disse que já vivenciou estar em um país sem o domínio da linguagem, ao relatar intercâmbio à Austrália. Ela disse que, naquele país, moradores locais se mobilizavam semanalmente e ensinavam inglês (a língua oficial) aos migrantes.