Política

Tatiane Frizzo defende conscientização no trânsito

Vereadora discursou sobre excesso de acidentes com mortes envolvendo veículos
29 de outubro de 2019 às 12:58
Foto: Divulgação

O grande número de mortes no trânsito, em todo o país, foi o palco para a explanação da vereadora Tatiane Frizzo (Solidariedade) durante a sessão ordinária desta terça-feira (29) na Câmara Municipal de Caxias do Sul. De acordo com a parlamentar, são registradas cerca de 35 mil mortes por ano no Brasil. Ela comparou o número como se um município do tamanho de São Marcos deixasse de existir todos os anos. Anualmente, Caxias do Sul registra cerca de 54 mil pequenos acidentes.

Enaltecendo o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, da Campanha Nacional de Trânsito, a vereadora trouxe dados complexos dos acidentes envolvendo mortes em Caxias do Sul. Conforme a parlamentar, em 2019, o município já registrou 56 mortes no trânsito, número que já é superior em mais de 200% com o mesmo número de mortes registrado em 2018. A vereadora afirma que são cerca de 150 pequenos acidentes diários nas ruas da cidade e que o uso do celular é o grande responsável pelos delitos.

Em aparte, Edi Carlos (PSB) afirmou que é muito triste perder alguém que é próximo por uma fatalidade do trânsito, principalmente quando há imprudência dos condutores. Para Kiko Girardi (PSD), as blitzes de trânsito deveriam ocorrer com mais regularidade e sem ter o local divulgado. Para Arlindo Bandeira (PP), a conduta dos motoristas que trafegam em Nova Petrópolis é destacada, uma vez que os carros param na faixa de pedestres para as pessoas atravessarem a rua.

Tatiane Frizzo destacou ainda a importância de ações de prevenção por parte da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) de Caxias do Sul, e solicitou que haja campanhas permanentes para alertar a população sobre as melhores práticas para se conduzir veículos nas ruas do município.





Publicidade