Política

TRE/RS cassa mandato de Luis Augusto Lara

Deputado está sendo investigado pelo Ministério Público Eleitoral
21 de outubro de 2019 às 21:15
Foto: Carolina Pastl, Divulgação

Na sessão plenária que ocorreu na tarde desta segunda-feira (21), o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE/RS) anunciou a cassação do mandato do deputado estadual Luis Augusto Lara (PTB). Lara ocupava a presidência da Assembleia Legislativa. Seu irmão, Divaldo Lara (PTB), era prefeito de Bagé e também está afastado do Executivo bajeense.

As investigações do Ministério Público Eleitoral (MPE) e da Coligação Independência e Luta para Mudar o Rio Grande (PSOL/PCB) indicam possível abuso de poder político e econômico, além de uso indevido dos meios de comunicação. Os irmãos também teriam coagido servidores da prefeitura de Bagé e usado a máquina municipal para a campanha eleitoral de 2018.

No julgamento desta segunda-feira, por maioria de votos, os desembargadores eleitorais observaram a gravidade das acusações e cassaram os diplomas dos políticos. Ambos estão inelegíveis para concorrer a cargos públicos no futuro. Os irmãos Lara podem recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).





Publicidade