Esportes

Superavitário, Juventude moderniza Alfredo Jaconi

Clube fará investimentos sólidos em infraestrutura a partir do segundo semestre de 2019
02 de julho de 2019 às 13:01
Foto: Divulgação, BD

Na sexta (29), o Juventude comemorou os 20 anos da conquista da Copa do Brasil e o aniversário de 106 anos com um jantar especial que reuniu mais de 600 torcedores. Na solenidade, o presidente Walter Dal Zotto Jr. anunciou obras que deixarão o Alfredo Jaconi como um dos estádios de futebol mais modernos do interior da maioria dos estados brasileiros.

Por meio de parceria inédita com a empresa Imply, com sede em Santa Cruz do Sul, o Juventude terá um novo sistema de gestão de associados. De acordo com Dal Zotto, a implantação da nova ferramenta ocorrerá ainda em 2019, permitindo flexibilidade aos sócios. Em 2020, a partir do Gauchão, a Imply também será responsável pelo acesso dos torcedores ao Estádio Alfredo Jaconi através de catracas eletrônicas. Dal Zotto explicou que a ideia é modernizar gradualmente o acesso, até a inclusão da biometria.

Quando o sistema estiver a pleno funcionamento, o torcedor não precisará das carteiras de associado para acessar o Estádio Alfredo Jaconi. Paralelamente, o sistema biométrico estará interligado aos órgãos policiais, permitindo segurança aos torcedores. Dal Zotto Jr. explicou que a implantação das novas catracas deve demorar dois meses para ser finalizada, razão pela qual o sistema só deve entrar em operação a partir de 2020.

Assim que o Papo encerrar a participação na Série C, o Juventude também dará início à troca de parte das cadeiras cativas por poltronas modernas e retráteis. Inicialmente, três segmentos centrais serão substituídos, totalizando mais de 660 poltronas. Cada poltrona será estilizada com o nome do proprietário. Além disso, Dal Zotto disse que o Ju estuda meios para implementar cadeiras no setor social do estádio, área que comporta cerca de 3,6 mil torcedores.

Mais mudanças a caminho...

O presidente Walter Dal Zotto Jr. confirmou o desejo do Juventude de modernizar o Estádio Alfredo Jaconi através de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte (Lei Federal 11.438/2006). De acordo com o mandatário jaconero, os recursos provenientes do Imposto de Renda estão garantidos para três importantes obras estruturais: a substituição do alambrado de tela ao redor do gramado por esquadrias de vidro, nos moldes da Vila Belmiro; a ampliação das cabines de imprensa do estádio; e a construção de elevador para acesso às cabines. Para dar início às obras, no entanto, Dal Zotto explicou que o Verdão aguarda aprovação do Ministério do Esporte, que liberará os recursos.

Receita mais que dobra em relação à estimada

Durante a solenidade de aniversário do clube, Walter Dal Zotto Jr. demonstrou números do exercício fiscal do clube, que teve superávit no primeiro semestre do ano. De janeiro a junho de 2019, a projeção inicial de receitas era de R$ 6 milhões, mas muito por causa do bom desempenho na Copa do Brasil, o Verdão arrecadou R$ 14 milhões. Seguindo o raciocínio, Dal Zotto afirmou que esperava ter despesas na ordem de R$ 5 milhões, mas que o clube gastou por volta de R$ 8 milhões. No fechamento, o clube teve superávit de R$ 6 milhões.

O presidente jaconero reiterou que o Juventude ainda está devendo cerca de R$ 2 milhões em dívidas de exercícios anteriores e que deverá liquidar o montante ainda este ano. Um dos grandes patrimônios do clube sempre foi o associado. Dal Zotto explanou que o clube tem cerca de 4 mil sócios ativos e que desenvolverá várias ações durante o segundo semestre para ampliar o quadro.

Quem é a Imply?

Com sede em Santa Cruz do Sul, a empresa atua no segmento de gestão do futebol e na comercialização de ingressos e no acesso aos estádios de futebol. A tecnologia da Imply é certificada pela FIFA e pelo Estatuto do Torcedor. No Rio Grande do Sul, a empresa opera os estádios do Grêmio e do Internacional. O sistema de acesso dos torcedores aos estádios foi utilizado em nove arenas da Copa do Mundo de 2014. A empresa também é a responsável pela comercialização dos ingressos da Copa América, que está ocorrendo no Brasil. Fora do país, a Imply atua em estádios da América do Sul e da África.





Publicidade