Variedades

Subterrâneo mostra o ritmo dos mineiros africanos

Apresentação integra o Circuito Nacional Palco Giratório Sesc e ainda propõe discussão sobre a obra
05 de agosto de 2019 às 09:34
Foto: Mario Cassettari, Divulgação

O Circuito Nacional Palco Giratório Sesc estará em Caxias do Sul nesta segunda e terça (5 e 6) com apresentações e trocas entre os artistas do espetáculo Subterrâneo e público. Na segunda, às 20h, ocorre o Pensamento Giratório, momento em que artistas e público em geral, interessados por este segmento, se reúnem para refletir e trocar experiências sobre o making of da produção do espetáculo, que será apresentado na terça, no mesmo horário, no Teatro Pedro Parenti, na Casa de Cultura (Dr. Montaury, 1333).

O espetáculo Subterrâneo, do grupo Gumboot Brasil, traça um paralelo entre a experiência dos mineiros africanos do século XIX e a sobrevivência da população negra e periférica das grandes metrópoles brasileiras. O grupo busca difundir o Gumboot dance - dança de botas de borracha, um estilo popular criado no século XIX pelos trabalhadores das minas de ouro e de carvão da África do Sul.

A atividade dá início à primeira Mostra Sesc Dança Urbana, que se desenvolverá até o dia 10 de agosto para a difusão dos movimentos e ritmos contemporâneos. A programação incluirá espetáculos, workshops e uma batalha no estilo Seven to Smoke. A proposta mescla as diferentes estéticas das danças urbanas e evidencia como esta linguagem tem sido apropriada pela versão contemporânea, incluindo também diálogos do hip hop com o balé clássico e as danças afro-brasileiras.

Para participar do Pensamento Giratório é preciso inscrever-se, gratuitamente, no SAC do Sesc Caxias do Sul. Os ingressos para o espetáculo custam R$ 10 para quem possui o cartão Sesc/Senac nas categorias Comércio e Serviços ou Empresários, estudantes, maiores de 60 anos e classe artística; R$ 20 para público em geral; e R$ 17 para convênios. Mais informações pelo telefone (54) 3209.8250 e no site www.sesc-rs.com.br/caxias_do_sul.