Cidades

Sem alvará, estabelecimento é interditado em São Pelegrino

22 de julho de 2019 às 09:41
Foto: Guarda Municipal, Divulgação

Em atendimento a mais uma denúncia, o setor de Fiscalização da Secretaria do Urbanismo (SMU) interditou, na quinta à noite (18), um estabelecimento comercial na Avenida Júlio de Castilhos, em São Pelegrino. O local não possuía nenhum tipo alvará e atuava como estúdio de tatuagem, promovendo, também, eventos à noite com som alto, causando perturbação de sossego.

Os fiscais e a Guarda Municipal também encontraram entorpecentes. Foram apreendidos R$ 688 em dinheiro, 13 porções de crack, 98 unidades de LSD, duas porções de haxixe, maconha em tijolos e fracionada, embalagens para fracionar entorpecentes e utensílios para consumo, além da detenção de quatro pessoas. "Fomos até o local para fazer a parte administrativa, porque existiam denúncias sobre falta de alvará e perturbação de sossego. Na operação, a Guarda conseguiu localizar as drogas, que provavelmente eram vendidas no ponto", resumiu o coordenador de operações da SMU, Rodrigo Lazzarotto.

O estabelecimento ficará fechado por tempo indeterminado. Segundo Lazzarotto, será possível reabrir como estúdio de tatuagem, desde que com alvará específico para isso. Como bar, não é possível porque o local está a menos de 200 metros de distância de igrejas.