Política

Salário de julho dos servidores será pago a partir de 13 de agosto

24 de julho de 2019 às 09:00
Foto: Gustavo Mansur, Palácio Piratini/Divulgação

Um dia após integralizar os salários de junho, o governo do Rio Grande do Sul dará início ao pagamento dos vencimentos de julho. No dia 13 de agosto serão quitados os contracheques com valores líquidos até R$ 2,5 mil, representando 53,8% dos vínculos totais.

Em coletiva na tarde desta terça (23), o governador Eduardo Leite e o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, anunciaram as datas para a conclusão do pagamento relativo ao mês de junho. Nesta quarta (24), os servidores receberão nova parcela de R$ 1,1 mil, seguida de outro depósito de R$ 1,2 mil no dia 31, quitando 88,4% dos contracheques em julho. As demais parcelas foram depositadas nos dias 15, 16 e 23, quitando salários de até R$ 4,5 mil. Os servidores que recebem acima de R$ 6,8 mil terão o restante depositado no dia 12 de agosto.

O governador explicou que a impossibilidade de integralização do pagamento dentro do mês se dá devido às já conhecidas dificuldades fiscais enfrentadas pelo Estado e, também, pelo volume de passivos deixados pelo exercício anterior. Além disso, o crescimento econômico nacional foi menor do que o esperado. Leite garantiu que, apesar das dificuldades, o governo mantém a meta de colocar em dia o pagamento dos salários dos servidores públicos até o fim deste ano.

O governo suspendeu, por 60 dias, as autorizações de ampliação de cotas de despesas orçamentárias com recursos livres do Tesouro. A medida segue os princípios de controle fiscal expressos nos decretos de 2 de janeiro de 2019. Ela foi justificada devido às expressivas quedas nas expectativas de crescimento econômico do país verificadas desde então e à permanência dos indicadores de pessoal do Poder Executivo acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.





Publicidade