Cidades

SAÚDE: Comitiva fará nova pressão por recursos para o HG

Obras de ampliação do hospital estão paradas desde janeiro de 2017
18 de abril de 2019 às 12:40
Foto: Foto: Gustavo Tamagno, Divulgação

O término das obras de ampliação do Hospital Geral, de Caxias do Sul, uma das principais reivindicações da saúde na Serra gaúcha, será tema de discussões no Congresso Nacional e no Ministério da Saúde no começo da próxima semana. O presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Término das Obras de Ampliação do HG, vereador Rafael Bueno/PDT, e o seu colega Edi Carlos Pereira de Souza/PSB, levarão a demanda a senadores, deputados federais e representantes da pasta da Saúde para reforçar a importância da conclusão, principalmente porque o hospital é referência para 49 cidades na Serra Gaúcha, tem o atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde e abrange mais de um milhão de pessoas.

O diretor-geral do HG, Sandro Junqueira, e o diretor-executivo da Fundação Universidade Caxias do Sul (Fucs), Gilberto Quissini, que administra o HG, estarão em Brasília para acompanhar as reuniões, previstas para ocorrer entre terça (23) e quarta (24). A direção do HG e da Fucs buscarão verbas para o custeio do hospital.
A ampliação do HG foi apontada como saída para amenizar parte dos problemas com falta de leitos hospitalares e o aumento e melhoria no atendimento na área materno-infantil, mas a obra está parada desde janeiro de 2017. A estrutura dos sete andares está pronta, sendo que faltam acabamentos e aberturas. A falta de verbas comprometeu a obra, iniciada em outubro de 2014. Nos quatro primeiros andares estão praticamente todos os serviços que se necessita para os pacientes, como UTIs, a ala pediátrica e os leitos para internações. Para essa conclusão, seriam necessários pelo menos R$ 6,5 milhões, e para a totalidade dos sete andares seriam outros R$ 10 milhões.
As tratativas para as agendas em Brasília se iniciaram em outubro de 2018, quando Rafael Bueno esteve numa reunião no HG, juntamente com o senador Luiz Carlos Heinze/PP e sua suplente Adriana de Lucena/PP, que intermediou o encontro em Caxias. O senador se comprometeu em fazer o possível para ajudar no encaminhamento de emendas para as obras do hospital.