Política

Representantes da Polícia Militar assinalam preocupação com proposta do governo

Pacote do governador Eduardo Leite foi anunciado nesta quarta-feira
24 de outubro de 2019 às 12:33
Foto: Gabriela Bento Alves, Câmara Municipal

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Caxias do Sul desta quinta-feira (24) trouxe à tribuna da Casa o relato de preocupação de policiais militares com a possibilidade de o Governo Estadual comprometer a segurança de trabalho dos servidores. A manifestação aconteceu em favor da moção de apoio à Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (ABAMPF), cujos membros estiveram no Legislativo.

De acordo com o soldado Potiguara Galvam, representante da entidade, a proposta que o Palácio Piratini deseja implantar subtrai direitos conquistados pelos servidores, entre eles o fim das vantagens por tempo de serviço e a extinção do acúmulo de risco de vida sobre os benefícios temporais. O pacote foi anunciado na quarta-feira (23) e tem a chancela do governador Eduardo Leite (PSDB). O texto faz referência a modificações na carreira dos servidores públicos.

Para os policiais, os cortes no setor da segurança pública irão motivar reflexos diretos na comunidade. “Este pacote atinge diretamente os nossos direitos, que foram adquiridos ao longo do tempo. Eu pergunto a vocês, que pessoa sairia para trabalhar, sem a certeza de voltar para casa, e ainda sem receber o salário?”, indagou Galvam, expondo o caos que é o parcelamento salarial do Estado do Rio Grande do Sul.





Publicidade