Cidades

Redução de oxigênio matou peixes

20 de agosto de 2019 às 09:38

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) recebeu o resultado da análise de amostras coletadas em represa do Sistema Dal Bó, próximo ao local onde foram encontrados peixes mortos no início do mês. Após analisados parâmetros físicos, químicos e biológicos, não foram encontrados contaminantes na água. As análises foram realizadas em laboratório externo à autarquia.

O resultado permite indicar que a provável causa da morte dos peixes tenha sido a diminuição na concentração de oxigênio na água pela presença de grande quantidade de macrófitas (plantas aquáticas) no local. Nos próximos dias, será providenciada a remoção de uma parte das macrófitas, na área mais próxima de onde foram localizados os peixes mortos. A autarquia também está encaminhando a contratação de máquinas para o manejo das macrófitas ao longo dos próximos meses. 

O Samae esclarece que o fato não altera a qualidade da água distribuída para a população. Depois de captada, a água das barragens do Dal Bó é tratada na Estação Borges de Medeiros e passa por análises a fim de atender aos parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde.





Publicidade