Economia

Randon altera estrutura organizacional

Conglomerado de Caxias do Sul quer acelerar crescimento das operações a partir do desenvolvimento de novas tecnologias, inovação em produtos e gestão de custos
06 de fevereiro de 2020 às 09:52

Sergio Carvalho comandará as quatro divisões do conglomerado (Foto Jefferson Bernardes, Divulgação)

A partir de 1º de abril, as Empresas Randon terão nova estrutura organizacional, montada com o objetivo de maximizar os resultados e fortalecer a cultura interna. As principais alterações estão na concentração de comando das quatro divisões de negócios numa só pessoa e na criação de uma nova posição diretiva.

Sergio Carvalho, atual COO (Chief Operating Officer; em português, diretor ou executivo chefe de operações) da divisão Autopeças e diretor-presidente da Fras-le, responderá pelas divisões Montadora (Implementos e Veículos); Frenagem (Fras-le); Suspensão e Rodagem (Suspensys e Castertech); e Joint Ventures (Master e Jost). Cada divisão terá um diretor responsável. Sandro Trentin responderá por Montadora e Eduardo Dalla Nora por Suspensão e Rodagem. Interinamente, Sérgio Carvalho acumulará também as divisões Frenagem e Joint Ventures.

Mesmo sem grandes impactos nas diretorias das unidades, algumas posições passaram por alterações. A Fras-le, que seguirá tendo Sérgio Carvalho como diretor-presidente, terá dois diretores: Anderson Pontalti para a área de fricção e Hemerson de Souza para não-fricção.

Na Jost seguirá Alessandro Besen Barbosa e, na Master, Ricardo Escoboza. Eduardo Dalla Nora assume a direção das unidades Castertech e Suspensys e, Sandro Trentin, a de Veículos.

A nova configuração terá quatro áreas matriciais: Compras, Inovação, Field Force e Excelência Operacional, que irão apoiar diretamente as divisões de negócios da empresa. Os diretores já estão indicados e são todos das equipes internas das Empresas Randon. Compras terá o comando de Marcelo Kuver; Inovação, com o Centro de Treinamento Randon e Instituto Hercílio Randon, de Cesar Augusto Teixeira; Field Force, de Paulo Gomes; e Excelência Operacional, Bernardo Bregoli Soares.

O atual COO da divisão Montadora, Alexandre Gazzi, assume como vice-presidente de Negócios, atuando a partir dos conselhos de joint ventures da companhia e em projetos especiais. Ele estará diretamente ligado ao CEO (presidente) das Empresas Randon, Daniel Randon. A Divisão de Serviços, que contempla Randon Consórcios e Banco Randon, segue com a estrutura atual, com o diretor de Serviços Financeiros, Joarez Piccinini, que assume, também, a área de Relações Institucionais da companhia. 

Outra mudança é a criação de uma nova posição, a de CTO (Chief Transformation Officer; em português, diretor de transformação), que será de responsabilidade do atual diretor de Planejamento e RH, Daniel Ely. O CTO, conceito novo nos mercados nacional e internacional, é o responsável por liderar o processo de transformação da empresa, acelerar a nova cultura organizacional e intensificar o mindset digital. Nos últimos anos, a organização vem investindo na transformação digital, em tecnologias disruptivas e em parcerias com startups, o que levou à criação do posto.

Segundo Daniel Randon, o movimento trará mais dinamismo e sinergia para as divisões. "Um dos principais ganhos da mudança organizacional é acelerar o crescimento das operações a partir do desenvolvimento de novas tecnologias, inovação em produtos e gestão de custos. A expectativa é que a nova configuração, somada à gradual recuperação que a indústria vem apresentando nos últimos meses, contribua para o crescimento sustentável da empresa", salientou.