Política

Procuradora-geral recebe diárias licenciada do cargo

26 de setembro de 2019 às 09:21
Foto: Divulgação

A procuradora-geral do Município, Cassia Khun, está fora de Caxias do Sul por uma semana. Conforme o Portal da Transparência, ela recebeu R$ 3.744 em diárias por oito dias de viagem à Fortaleza (CE). Ela foi à capital cearense para participar do XLV Congresso Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal e realizar visitas técnicas nas Procuradorias do Estado do Ceará e do Município de Fortaleza.

Cassia viajou dois dias antes que o prefeito Daniel Guerra e o irmão dele e chefe de Gabinete, Chico Guerra. Os dois também foram participar do Congresso, de 24 a 27 de setembro, e do XV Encontro Nacional de Controle Interno, nos dias 25 e 26.

Apesar de estar cumprindo agenda oficial paga com diárias do Município, com valores referentes há três dias não úteis, no Diário Oficial Eletrônico desta quarta-feira, o Executivo publicou a licença de Cassia, entre os dias 23 e 27. Outro edital também foi publicado, nomeando a subprocuradora-geral, Geraldine Gollo de Oliveira, como titular do cargo pelo período. Além disso, que ela terá direito a receber a remuneração proporcional aos quatro dias de exercício da função. O valor bruto será de R$ 1.795,58.

ILEGALIDADE

O fato também repercutiu na bancada do PSB. Em aparte a Eloi Frizzo, o vereador Alberto Meneguzzi voltou a criticar as viagens do Executivo, sem a comprovação de interesse público. Ele repercutiu um tópico da coluna Aparte, da edição de ontem da FOLHA DE CAXIAS, onde foram publicados os valores recebidos a título de diárias por Daniel e Chico Guerra, desde o início do ano.

“O Chico Guerra já recebeu, em sete meses, R$ 57 mil de diárias. Eu desafio algum vereador que tenha sido recebido por ele como chefe de Gabinete. Que ele tenha intermediado algum assunto importante para a cidade”, perguntou.

Meneguzzi também criticou as circunstâncias que envolvem a viagem de Cássia Kuhn. “Estou questionando, inclusive, a ida da procuradora Cassia Kuhn, que hoje tem no Diário Oficial a licença dela e a nomeação de uma substituta. Enfim, ela está licenciada, mas está viajando, mais de uma semana de diárias. Têm questões legais aí também. É muito dinheiro para muita viagem e pouca prestação de contas de tudo isso”, cobrou.





Publicidade