Esportes

Primeiro passo para o título será neste domingo

Garantido na Série B, Juventude quer ser campeão da Terceira Divisão
14 de setembro de 2019 às 10:13
Foto: Arthur Dallegrave, Juventude/Divulgação

A vitória de 4 a 0 sobre o Imperatriz (MA), na segunda-feira (9) e o consequente acesso para a Série B do Brasileirão tiraram um grande peso das costas de atletas e torcedores do Juventude. Agora, conquistado o objetivo primário da temporada, o foco está em erguer outro caneco nacional no Estádio Alfredo Jaconi. Para ser campeão da Série C, o Verdão terá que passar pelo Náutico (PE) nas semifinais. O primeiro confronto está marcado para este domingo (15), a partir das 18h.

Nesta sexta-feira (13), o elenco esmeraldino participou de um treinamento tático no CT do clube sob a supervisão do técnico Marquinhos Santos. Além de Bruno Alves, que já deixou o clube, e de Carlos Henrique, que teve constatada lesão no joelho, o Verdão tem outro desfalque: Moisés fará uma cirurgia e ficará entregue ao departamento médico na reta final da Série C. Ele estava cotado para atuar contra o Timbu.

Autor de três gols no jogo do acesso, Renato Cajá renovou contrato com o Ju até o final de 2020. Após a participação esmeraldina na Série C, Cajá irá para a Ponte Preta para os últimos jogos do clube na Série B de 2019. O vínculo é por empréstimo e a tendência é que ele volte ao Verdão para a disputa do Gauchão. A provável escalação do Ju para o jogo com o Náutico tem Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Eltinho; João Paulo, John Lennon, Aprile e Renato Cajá; Dalberto e Gabriel Poveda.

Os ingressos para assistir ao confronto estão sendo vendidos por R$ 10, com opções de meia-entrada. O clube ainda oferece um combo de dois ingressos, sendo um para as arquibancadas e outro para as cadeiras, por R$ 30. Este lote está limitado as primeiras 700 aquisições. Até o final da tarde desta sexta-feira, cerca de 3 mil ingressos haviam sido comercializados. O duelo será transmitido ao vivo pelo Dazn.

Série C no STJD

Na última terça-feira (10), a Federação Paraense de Futebol e o Paysandu foram ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva para paralisar as semifinais na Série C, alegando erro de julgamento do árbitro Leandro Vuaden ao apitar o empate de 2 a 2 do Papão com o Náutico, que acabou conquistando o acesso à Série B nos pênaltis. Até o encerramento desta edição, o STJD ainda não havia se manifestado e a partida deste domingo estava mantida.





Publicidade