Coronavírus

Pessoas em situação de rua são encaminhadas a abrigo especial

Ocupação de espaço no Parque da Festa da Uva teve início na segunda, 23
23 de março de 2020 às 20:18

Estrutura inicialmente montada tem capacidade para abrigar 100 pessoas (Foto Lucimara Lopes, Divulgação)

Para evitar a disseminação da covid-19 em Caxias do Sul, a Prefeitura de Caxias do Sul, Exército e Defesa Civil organizaram um local especial no Pavilhão 2 do Parque da Festa da Uva, desenvolvido especialmente para atender pessoas em situação de rua. Na tarde de segunda, 23, foram atendidas mais de 40 pessoas.

A equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para pessoas em situação de rua (Centro Pop Rua) e demais entidades parceiras recepcionaram os usuários, que receberam orientações com cuidados de higiene e saúde a fim de enfrentar o isolamento da quarentena por tempo indeterminado. O local tem capacidade para atender de imediato, 100 pessoas, com área para ampliação conforme a demanda. "Não estaremos segurando ninguém, cada pessoa tem o direito de escolha. Mas se sair não garantimos se poderá retornar em função do risco de contaminação. Estamos conscientizando que o melhor é ficar", explica a presidente da FAS, Marlês Sebben.

Feiras de produtos agrícolas e do peixe vivo são suspensas

A Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ampliou a restrição para a realização de feiras em Caxias do Sul. A Feira do Peixe Vivo, programada para o período de 7 a 9 de abril, foi suspensa. As feiras do Agricultor, Ponto de Safra e Feira Ecológica retornam a partir de terça-feira, dia 31. Elas foram suspensas no sábado, 21, para adequações na prevenção ao coronavírus.

Além da distribuição de material informativo, as bancas terão distância de dois metros e álcool gel. Consumidores e feirantes também devem ficar mais distantes uns dos outros. Feirantes que integram o grupo de risco deverão ficar em casa. "As feiras oferecem alimentos em um ambiente ao ar livre. O funcionamento é importante pela oferta de produtos saudáveis à população, além de garantir a normalidade no abastecimento", esclarece a diretora técnica da secretaria, Neiva Rech.