Política

Paulo Dahmer chama filho de Bolsonaro de vagabundo

26 de dezembro de 2019 às 12:11

CAXIAS DO SUL - O secretário de Urbanismo, Habitação e Planejamento, anunciado nesta segunda-feira para compor o governo de transição, após a cassação do então prefeito, Daniel Guerra, pela Câmara de Vereadores, tem se demonstrado um ferrenho crítico do Governo Bolsonaro. Na sua página no Facebook compartilha sistematicamente matérias que desvalorizam e ofendem o Governo Federal, faz insinuações, ironiza e em um dos posts chama o filho do presidente e deputado federal Eduardo Bolsonaro, de vagabundo.

O mandato de Flávio Cassina tem duração de 30 dias, mas, como se sabe, há um acordo entre os vereadores para elege-lo a conduzir Caxias do Sul até o final desta gestão, dezembro de 2020. Algumas lideranças que procuraram a Folha de Caxias manifestaram sua preocupação com o cargo de Dahmer, Planejamento, e a relação que o município precisa, neste momento, para pautas importantes relacionadas às mais diversas demandas, especialmente o aeroporto de Vila Oliva e o prolongamento da BR 448 (Rodovia do Parque) até Portão.

Por uma rede social, Paulo Dahmer afirmou seu bom relacionamento com o empresariado local, dizendo-se apto à função. Sobre os posts comentou: “Creio que o Bolsonaro não tem tempo para ficar olhando o Facebook” (...). “O que deve ser avaliado é a capacidade profissional das pessoas. Se a pessoa faz críticas a A ou B, é completamente irrelevante. De mais a mais é um secretariado de transição, emergencial. O futuro prefeito que montará a sua equipe”, completou.