Política

Parlamentar sugere renúncia ao prefeito Daniel Guerra

Rodrigo Beltrão acredita que Guerra não tem mais condições de governabilidade
24 de outubro de 2019 às 13:49

Na esteira das manifestações dos últimos dias, desde que houve a aceitação do processo de impeachment contra o prefeito Daniel Guerra (Republicanos), Rodrigo Beltrão (PT) se pronunciou na tribuna da Câmara Municipal de Caxias do Sul na manhã desta quinta-feira (24). O parlamentar reiterou que se posiciona contrário ao impedimento, porém, diz que o chefe do Executivo deveria se renunciar do cargo que ocupa atualmente.

As palavras do petista foram sucedidas por motivos que levam Beltrão a acreditar que o prefeito Daniel Guerra não está mais apto ao cargo que ocupa. “Em dois meses, o prefeito ficou 40 dias viajando. Ele pisa aqui um dia e no outro já viaja. Não tem mais condições de continuar à frente do governo. Seria melhor que ele renunciasse, pois seria uma saída democrática”, disse Beltrão.

De acordo com o parlamentar, o dano causado pelo atual chefe do Executivo na máquina administrativa levará pelo menos “alguns governos para reverter”. Entre os motivos que o vereador pontuou para a saída de Daniel Guerra do Centro Administrativo, estão falhas no setor da saúde, falta de diálogo com o Legislativo e com a comunidade e a assinatura digital em documentos oficiais, que não será mais aceita pela Câmara Municipal.





Publicidade