Cidades

Número de motoristas sob efeito de álcool segue alto

A operação Balada Segura registrou no primeiro trimestre de 2019, em Caxias do Sul, 192 flagrantes de condutores dirigindo sob efeito de álcool. O número representa 9% dos
10 de abril de 2019

A operação Balada Segura registrou no primeiro trimestre de 2019, em Caxias do Sul, 192 flagrantes de condutores dirigindo sob efeito de álcool. O número representa 9% dos 1.967 motoristas abordados em 37 operações realizadas no período pelos fiscais de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) e outros órgãos de segurança.

Os dados compilados pela SMTTM mostram também que o percentual de motoristas autuados sob efeito de álcool ou que se recusaram a realizar o teste de etilômetro no período é igual ao registrado no primeiro trimestre de 2018. De janeiro a março do ano passado, foram 251 autuações por embriaguez em 2.513 abordagens, em um total de 43 operações. Em relação ao crime de trânsito, dos 192 casos flagrados, seis tiveram resultado igual ou superior a 0,34 mg de álcool por litro de ar expelido no etilômetro.

Na avaliação do secretário Cristiano de Abreu Soares, ainda é alto o número de casos de embriaguez registrados no período. Por isso, as blitze com a aplicação do bafômetro serão fortalecidas ao longo dos próximos meses em Caxias. "É expressivo e motivo de alerta o índice de condutores que arriscam ao misturar álcool e direção no trânsito. Mesmo com campanhas educativas, com uma legislação mais forte, o motorista não está preocupado com essa prática, que é grande fator para o registro de acidentes e tragédias”, lamentou. 

As operações também fiscalizam outras práticas de desrespeito às leis de trânsito. A mais frequente foi a ocorrência de 92 veículos com o licenciamento vencido. Também foram flagrados 85 motoristas sem autorização para conduzir veículo em via pública. Outros 27 estavam com a Carteira Nacional de Habilitação suspensa e 24 com o documento cassado.





Publicidade