Cidades

Nova Petrópolis adotará estacionamento pago

Sistema administrará, a partir de outubro, em torno de 900 vagas nas vias públicas do Centro
24 de julho de 2019 às 09:46
Foto: Banco de Dados

 Nova Petrópolis contará com sistema de estacionamento rotativo pago, previsto para entrar em funcionamento a partir de outubro. O prefeito Regis Luiz Hahn e o diretor da empresa Zona Azul Brasil Serviços Administrativos, vencedora do processo licitatório, Claudinei Barduque, assinaram o contrato de concessão da operação, gestão e exploração dos estacionamentos de veículos nas vias públicas. De acordo com o contrato, válido por 10 anos, o sistema contará com 900 vagas na área central da cidade, com valor de R$ 1 a cada 30 minutos de uso. O contrato também fixa o repasse mensal à Prefeitura de 18,66% da arrecadação com o estacionamento.

O sistema terá a zona azul, com tempo máximo de permanência de 2h, e a verde, que permitirá a ocupação da vaga por até 3h. A cobrança ocorrerá de segunda a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h. O pagamento da tarifa poderá ser efetuado em parquímetros eletrônicos e estabelecimentos comerciais credenciados, além de aplicativo de celular e também com os monitores de trânsito.

O modelo foi elaborado a partir de estudos técnicos sobre sistemas implantados nas cidades de Porto Alegre, Gramado, Santa Maria e Gravataí. Além de prevista no Estatuto da Cidade, que determina a existência do Plano de Mobilidade Urbana para Municípios com mais de 20 mil habitantes, a implantação do estacionamento rotativo é definido pela Administração como fundamental para organização do tráfego, valorização do comércio, geração de receita para o Município e incremento na segurança dos veículos estacionados. "A principal função não é a arrecadação de recursos. Vamos implantá-lo, principalmente, para aumentar a rotatividade nas vagas, pois, convivemos com a falta há alguns anos”, explicou o secretário de Planejamento, Coordenação, Trânsito e Habitação, Hermann Deppe.

Segundo Deppe, existem mais de três mil vagas nas proximidades do centro e de logradouros que poderão ser utilizadas de maneira gratuita. Os parquímetros eletrônicos serão alimentados por energia fotovoltaica que, além de moedas, aceitarão cartões de crédito, débito e Near Field Cards, cartões ativados sem a necessidade de contato.