Esportes

Noite de decisão no Beira-Rio

Para assegurar título da Copa do Brasil, Internacional precisa vencer o Athletico por dois gols de diferença
18 de setembro de 2019 às 10:07
Foto: Ricardo Duarte, Internacional/Divulgação

O Internacional está pronto para voltar a erguer um troféu. Nesta quarta-feira (18), todos os torcedores colorados irão lotar o Estádio Beira-Rio na decisão da Copa do Brasil, que começa às 21h30, contra o Athletico. No jogo de ida, em Curitiba, o Clube do Povo não teve bom aproveitamento e foi derrotado pelo escore mínimo. Para garantir o troféu, é preciso vencer por dois gols de diferença. Caso o triunfo seja por 1 a 0, a decisão irá aos pênaltis.

Na tarde chuvosa desta terça-feira (17), os jogadores participaram de um treinamento no CT Parque Gigante. Em seguida, o plantel se reuniu no Beira-Rio e deu prosseguimento aos trabalhos, com portões fechados. A tendência é que o Internacional avance as linhas de marcação e sufoque o Furacão desde o início do confronto, para abrir o placar cedo e jogar toda a pressão para os visitantes. Para Rodrigo Lindoso, o duelo deve ser decidido nos detalhes. “Decisões são jogos muito difíceis, mas estamos conscientes e vamos com tudo para erguer esse título dentro de casa”, salientou.

Quem também pode erguer o troféu de maneira inédita é o técnico Odair Hellmann. Ele surgiu como jogador no Internacional e despontou na casamata no Estádio Beira-Rio. A conquista da Copa do Brasil será o primeiro troféu dele como técnico, valorizando a experiência que tem obtido à frente do clube desde 2018, quando assumiu interinamente a equipe no final da Série B. Nos mais de 100 anos de história do clube, o Internacional só ergueu a taça da Copa do Brasil em 1992.

Hellmann não confirmou a equipe titular, mas os indicativos dos treinamentos dos jogadores sugerem a repetição do plantel que perdeu o primeiro duelo da final. Assim, o Colorado deve ir a campo com Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenílson e Patrick; D’Alessandro, Nico López e Paolo Guerrero. O campeão do torneio receberá da CBF a soma de R$ 64,3 milhões de premiação. A final da Copa do Brasil será televisionada pela RBS TV a partir das 21h15.