Esportes

No fio da navalha

Vitória esta noite é imprescindível para o Grêmio seguir por disputa de vaga na próxima fase da Libertadores
23 de abril de 2019 às 12:10
Foto: Foto: Lucas Uebel, Grêmio/Divulgação

O Grêmio tem nesta terça-feira (23) mais uma final de Copa do Mundo para vencer. A equipe do técnico Renato Portaluppi encara o Libertad (Paraguai) no Estádio Defensores del Chaco, às 19h15, pela quinta rodada da fase classificatória da Copa Libertadores da América. Caso empate ou perca a partida e a Universidad Católica, do Chile, vença o duelo contra o Rosário Central, na Argentina, o Grêmio estará eliminado. Por isso, conquistar os três pontos é fundamental.

Nesta segunda-feira (22), a delegação treinou em um estádio nas proximidades do Chaco, no Paraguai. O treinamento foi fechado, mas demorou apenas cerca de uma hora e meia. A tendência é que a equipe que embarcou para lá no final de semana tenha Tardelli entre os titulares. O atleta não teve boa atuação contra o Internacional, na decisão do Gauchão, mas ganhou oportunidade de Portaluppi.

No desembarque da delegação, no domingo (21), o lateral Cortez projetou um confronto difícil. Disse também que o Grêmio tem responsabilidade de obter o placar, mas reconheceu a qualidade do adversário, que ainda está com 100% de aproveitamento na competição. Na Arena, a equipe paraguaia venceu pelo escore mínimo. O confronto do Rosário Central com a Universidad começa no mesmo horário do jogo do Tricolor.





Publicidade