Economia

Mercado reduz alta PIB pela 18ª seguida

02 de julho de 2019 às 12:19

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia este ano continua em queda. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central com instituições financeiras, a projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) desta vez foi reduzida para 0,85%, a 18ª consecutiva. Para 2020, a expectativa é que a economia tenha crescimento maior, de 2,20%, a mesma da semana passada. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%. A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, foi reduzida para 3,80% este ano, a quinta seguida. A projeção para 2020 caiu para 3,91%. Para 2021 e 2022 permanece em 3,75%. Ao final de 2019, as instituições financeiras esperam que a Selic esteja em 5,50% ao ano. Para o fim de 2020, 6%; e, no fim de 2021 e 2022, 7,5%.





Publicidade