Cidades

Menos impostos, mais economia.

Lojistas ofertarão, nesta quinta (30), produtos com isenção de tributos
29 de maio de 2019 às 12:56
Foto: Foto: Divulgação

Para marcar de forma simbólica os 153 dias deste ano que o brasileiro trabalhou somente para pagar impostos, a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) de Caxias do Sul adere à ação nacional Dia Livre de Impostos “Menos impostos, mais economia”, que ocorre nesta quinta-feira (30). “O objetivo é alertar e conscientizar a população sobre a alta carga tributária cobrada no Brasil. Uma das mais altas do mundo, e uma das que menos retribui”, salientou a coordenadora do projeto, Daiane Catuzzo. De acordo com o Impostômetro, mecanismo criado pela Associação do Comércio de São Paulo, que calcula os impostos pago de forma permanente, até esta quarta (28), o Brasil superado a marca de R$ 1 trilhão em tributos. O Rio Grande do Sul apurou R$ 59 bilhões e Caxias do Sul mais de R$ 224 milhões.

Durante o dia, integrantes da CDL Jovem estarão com um estande no Shopping Iguatemi, dando orientações e tirando dúvidas sobre a alta carga tributária paga diariamente nos produtos adquiridos. A ação desenvolvida em Caxias segue o modelo da campanha nacional, no qual todos os lojistas que aderiram à iniciativa comercializarão alguns produtos ou serviços com descontos proporcionais a carga tributária correspondente, alguns chegando a 70%. “Entendemos que uma participação mais ativa dos empresários neste processo contribui para desmistificar o impacto dos impostos nos preços pagos pelo consumidor, além de mostrar o poder de compra que o mesmo perde. Cada lojista define a forma como desenvolverá a ação. Nossa sugestão é de que coloque, no mínimo, cinco itens sem a taxa do imposto. Caxias é a única cidade gaúcha que aderiu a este novo formato de mostrar o tamanho da mordida. Pelo menos 106 lojas estão inscritas”, destacou.

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada impostos. Como consequência, o brasileiro precisa trabalhar, em média, cinco meses por ano só para pagar os tributos. Apenas nos setores de maquiagem e eletrônicos as cargas tributárias são de 58% e 43%, respectivamente. “Ninguém aguenta mais pagar tanto imposto, e ter tão pouco retorno. Ainda mais levando em conta o poder aquisitivo da maioria dos brasileiros, que fica ainda mais fragilizada com o Brasil ocupando as últimas posições no retorno à população”, criticou.

As lojas participantes da ação estarão identificadas e com os produtos promocionais em destaque. A lista completa das lojas integrantes da ação pode ser conferida no site www.iguatemicaxias.com.br/ e www.dialivredeimpostos.com.br.

Os itens mais tributados

Produtos e serviços

Carga tributária média

Perfumaria

70%

Maquiagem

58%

Higiene pessoal

46%

Bebida alcoólica e eletrônicos

43%

Bolas, malas e celulares

40%

Utensílios para o lar

37%

Chocolate, bijuterias, óculos, brinquedos e eletrodomésticos

34%





Publicidade