Esportes

Juventude terá desfalques no último jogo

22 de agosto de 2019 às 10:16
Foto: André Moreira, Volta Redonda/Divulgação

Há alguns anos, o Juventude sofreu de “empatite”, pois só empatava os jogos, muitas das vezes com gols sofridos no final. Apesar de ter repetido o roteiro no último jogo, o ponto único conquistado no Rio de Janeiro garantiu o Verdão nas quartas de final da Série C. A próxima meta da equipe, que se reapresentou nesta quarta-feira (21), é a busca pelo G-2 da competição para garantir a decisão do acesso no Estádio Alfredo Jaconi.

Para trazer o confronto de volta das quartas de final da Série C para Caxias do Sul existem duas opções. A primeira é liquidar a fatura contra o Ypiranga, no domingo (25) e assumir a primeira posição do grupo, de forma isolada. Outra é ficar no empate, garantindo a primeira ou a segunda colocações. Neste cenário, a vice-liderança viria se houver vencedor no clássico entre Paysandu e Remo.

Se o Juventude perder para o Ypiranga, na pior das hipóteses, pode até acabar a primeira fase da competição na quarta colocação, o que o colocaria em rota com Sampaio Corrêa ou Náutico. Os dois clubes disputam a liderança do Grupo A e não correm riscos de sair do G-2. Para o confronto contra o Canarinho, o Juventude não terá o meia Renato Cajá e o atacante Dalberto, ambos suspensos. O técnico Marquinhos Santos também fica de fora por motivo de suspensão.

Nesta quinta-feira (22), o Juventude deve treinar em dois turnos. De acordo com Santos, o clube não escolherá adversário para a próxima fase, mas quer garantir a força do Estádio Alfredo Jaconi para a decisão da vaga à Série C. Ciente da importância do clássico contra o time de Erechim, a direção comercializa ingressos a R$ 1. A venda acontece até sábado (24), nas bilheterias do estádio.





Publicidade