Esportes

Juventude e Botafogo começam nova disputa

Finalistas da Copa do Brasil de 1999, Botafogo e Juventude voltam a se enfrentar em uma competição nacional nesta quinta-feira (4), quando ocorre o jogo de ida da terceira fase do torneio.
04 de abril de 2019

Finalistas da Copa do Brasil de 1999, Botafogo e Juventude voltam a se enfrentar em uma competição nacional nesta quinta-feira (4), quando ocorre o jogo de ida da terceira fase do torneio. Naquele ano, o alviverde ergueu seu mais importante troféu. O embate será no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e começa às 21h30. O jogo da volta ocorrerá no Estádio Alfredo Jaconi, no dia 11 de abril, às 19h15.

Na manhã desta quarta-feira (3), o técnico Marquinhos Santos finalizou treinamento da equipe no CT esmeraldino. Depois, a delegação embarcou para a Cidade Maravilhosa. O técnico sabe que a responsabilidade de vitória é toda do Fogão, que está na Série A e tem um orçamento muito superior ao do Ju. Apesar disso, fez referência aos pontos fracos do adversário e afirmou que é possível derrotar o tradicional clube carioca.

No setor defensivo, Genílson retorna ao time ao lado de Sidimar, que ocupará a vaga de Victor Sallinas. Na meia-cancha, Bruno Camilo deve se manter no time titular, e na frente, Paulo Sérgio deve ganhar outra oportunidade. A provável escalação tem Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Eltinho; Rafael Jataí, Denner, Moisés, Bruno Camilo e Dalberto; Paulo Sérgio.

O centroavante Braian Rodríguez fica no banco de reservas como opção para a partida e a principal novidade do plantel é a presença do lateral-direito John Lennon. Ele disputou o Gauchão 2019 pelo Pelotas e foi apresentado como reforço para a Série C. Seu nome já saiu no BID da CBF, por isso, tem chances de estrear com a camisa do Verdão. Para voltar a Caxias do Sul com a vantagem no placar agregado, o Juventude deve priorizar as jogadas de contra-ataque.

 

Adversário ferido

 

No Campeonato Carioca, o Botafogo somou apenas 13 pontos em 11 jogos, tendo sido eliminado nos mata-matas e sequer chegou às semifinais. A campanha aquém das expectativas da torcida só não tiraram do cargo o técnico Zé Roberto por que a equipe está na segunda fase da Copa Sul-Americana. Sem conseguir mostrar dentro de campo bons resultados, o Botafogo deve fazer dos dois jogos contra o Juventude a própria final de Copa do Mundo.