Esportes

Jogo de recuperação no Maracanã

Grêmio enfrenta o Flamengo neste sábado, às 19h, no Rio de Janeiro
10 de agosto de 2019 às 10:37
Foto: Lucas Uebel, Grêmio/Divulgação

Mal na tabela do Brasileirão, com 17 pontos, na distante 13ª colocação, o Grêmio viajou ao Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (9), sabendo quais serão as dificuldades e qual deve ser a postura da equipe dentro de campo para reencontrar o rumo da vitória. O duelo contra o Urubu será no sábado (10), às 19h, no Maracanã. No último treinamento que o técnico Renato Portaluppi conduziu, nesta sexta-feira, Diego Tardelli foi escalado no time principal.

Apesar da escalação de Tardelli no treinamento sugerir que ele vá ser titular, Portaluppi não abriu o jogo sobre a escalação. A lista definitiva só deve ser liberada à imprensa nos minutos que antecederem a partida, que está sendo encarada pelo Grêmio como de risco para o curto período. O Flamengo vem mostrando força no campeonato, venceu três dos últimos cinco jogos e está em 3º na tabela, com 24 pontos.

Caso conquiste os três pontos no Rio de Janeiro, o Grêmio pode dar um pulo na tabela e encerrar a rodada em 7º. Para isso, torce por placares paralelos, entre eles derrota do grande rival, o Internacional, que hoje é justamente o 7º colocado, com a soma de 20 pontos. Extracampo, o atacante Everton deve mesmo permanecer em Porto Alegre. Com o fim do período de transferências para a Inglaterra, os prováveis destinos do ídolo ainda podem ser a França ou a Itália, mas o Grêmio descarta a transferência no momento.

Confronto direto

O Internacional joga no domingo (11), às 11h, no Estádio Beira-Rio, um duelo direto em busca do G-4 do Brasileirão, contra o Corinthians. O Colorado tem 20 pontos, enquanto o Timão soma 23 pontos. No entanto, os dois clubes têm o mesmo número de vitórias: seis para cada lado. Desta forma, se o Internacional vencer o Timão, subirá na tabela de classificação.

Nesta sexta-feira, o técnico Odair Hellmann comandou treino no CT Parque Gigante. A atividade aconteceu com os portões fechados e somente os minutos finais foram abertos ao público. Quando os portões foram abertos, os atletas já praticavam cobranças de falta e tiros a gol. A única baixa da equipe é Edenílson. O volante sentiu fisgada no adutor da coxa na vitória sobre o Cruzeiro, na metade da semana. O período de recuperação oscila entre 15 e 20 dias.





Publicidade