Coronavírus

Hospital de Garibaldi recebe perto de R$ 2 milhões

Poder público de três municípios já destinou em torno de R$ 1,2 milhão
25 de março de 2020 às 20:45

Instituição hospitalar aplicará recursos em leitos de isolamento (Foto Valéria Loch, Divulgação)

A Prefeitura de Garibaldi repassou mais R$ 500 mil para o Hospital Beneficente São Pedro. Os recursos, que tiveram aprovação na Câmara de Vereadores, serão utilizados no combate à pandemia do coronavírus. Somados ao valor repassado no final do último ano para auxílio e construção da nova maternidade, o valor chega a R$ 1 milhão.

Conforme a direção do hospital, o recurso será utilizado para aumentar a capacidade de leitos de isolamento atuais, conforme solicitado pela Secretaria Estadual da Saúde. Os leitos serão instalados na área que dará origem a futura maternidade do hospital.

Também na última semana, a união entre direção do hospital, poder público, entidades e lideranças do município deu origem a uma campanha para compra de equipamentos para a estruturação de ala de atendimento a casos de coronavírus junto ao estabelecimento. O valor levantado até quarta-feira, 25, havia chegado em R$ 675 mil.

O hospital atende os municípios vizinhos de Boa Vista do Sul e Coronel Pilar, que também repassaram recursos de R$ 95 mil e R$ 50 mil, respectivamente. Somados os recursos públicos e as doações da comunidade, o valor arrecadado chegou a R$ 1,820 milhão.

DADOS PARA DEPÓSITO

CNPJ: 90.052.804/0001-27
Banco: 748 - Sicredi
Ag: 0167

C/C 45319-2
 

Farroupilha fará desinfecção das ruas

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural coordenará a desinfecção de ruas de Farroupilha para evitar a proliferação da Covid-19. A ação, que lançará uma solução química com água sanitária, começa nas sexta, 27, na Vila Jansen, onde toda a comunidade está em isolamento domiciliar por ter havido contato com portador da doença. Na mesma noite, a equipe de limpeza realizará a desinfecção na zona urbana com prioridade para arredores do hospital, unidades de saúde, mercados e outros locais com fluxo de pessoas. O procedimento, que ocorrerá semanalmente, será realizado por meio de caminhão que lançará esta cortina de desinfecção nos locais.

Pronto desde 2016, mas ainda sem utilização, o prédio destinado a servir como UPA, em Farroupilha, e construído com recursos federais, terá utilidade a partir da sexta, 27. O local ganhará a denominação de UPA Coronavírus e funcionará como hospital de campanha, voltado a atender exclusivamente pessoas que apresentarem sintomas de síndrome gripal. Haverá 20 leitos à disposição e 30 profissionais para atendimento, que será feito por agendamento e a partir de triagem pelo telefone 0800 645.7950. Farroupilha possui um caso de Covid-19 em investigação. Outros 12 foram descartados, além de um caso confirmado na semana passada.

Flores da Cunha tem local específico para triagem

O Centro de Operações de Emergência e a Secretaria da Saúde de Flores da Cunha registraram mais uma coleta de testagem para coronavírus. A paciente, mulher idosa, que está internada no Hospital Nossa Senhora de Fátima, realizou o exame na manhã de quarta, 25. Este é o terceiro caso na semana. Outra paciente segue internada e a trabalhadora da área da saúde está em isolamento domiciliar. Flores da Cunha registra cinco casos suspeitos, dois deles descartados e três aguardando o resultado dos exames.

Os pacientes que procuram atendimento no posto de saúde central, Irmã Beneditta Zorzi, com suspeita da Covid-19, tem acolhimento diferenciado em Flores da Cunha. A secretaria da Saúde montou uma estrutura em frente ao posto, onde as pessoas são acolhidas e passam pela primeira triagem. Assim, a estrutura do Centro de Saúde fica reservada ao atendimento de urgência e emergência. O horário de funcionamento é das 7h às 22h.

Bento confirma seis casos

Sistema criado permite quadruplicar atendimento de pacientes (Foto Divulgação)

O sexto caso do coronavírus em Bento Gonçalves foi registrado na quarta, 25. A exemplo de outros três pacientes, está em isolamento domiciliar. Os outros dois estão hospitalizados: um em estado grave; o outro, estável.

Espírito público e criativo no meio da pandemia: é o caso dos conectores inventados em Bento Gonçalves que multiplicam a capacidade dos respiradores, necessários no atendimento aos infectados pelo coronavírus. O município possuía capacidade para atender 45 pessoas. A partir da criação do diretor industrial Marcio Chiaramonte, com apoio da Prefeitura pelos profissionais Amauri de Vargas e Rafael Massutti, da UPA; e Carlos Augusto Matoso, do Hospital Tacchini, será possível contemplar até 180 pacientes, sendo quatro em cada respirador simultaneamente. Chiaramonte se inspirou no exemplo da Itália e utilizou conexões de cano em PVC e de cobre para ampliar o número de saídas nos equipamentos respiratórios. A solicitação foi dos médicos da UPA.