Coronavírus

Hemocs faz primeira coleta de plasma convalescente

Componente do sangue será utilizado no tratamento de paciente em estado grave com a Covid-19
22 de maio de 2020 às 18:26

Doador é um homem de 31 anos, recuperado da Covid-19 desde 30 de março (Foto Andreia Copini, Divulgação)

O Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) realizou, na manhã da sexta-feira (22), a primeira coleta de plasma convalescente. O doador é um homem de 31 anos e está recuperado desde 30 de março. A coleta de 600 ml de plasma foi feita por aférese e durou 50 minutos. O plasma passará por mais alguns exames antes de ser liberado para o uso.

A seleção dos doadores de plasma passa por avaliação rigorosa. Neste momento, as pessoas que podem doar são homens, de no mínimo 18 e no máximo 60 anos, que foram infectadas pelo coronavírus, tiveram Covid-19 confirmada por meio do teste PCR, estão há mais de 28 dias recuperados, sem sintomas da doença e não apresentam outras doenças infecciosas. O Hemocs fará triagem e coleta dos interessados e as destinará aos hospitais que tiverem protocolo de estudo para uso.

As doações precisam ser agendadas pelos telefones (54) 3290-4543 e (54) 3290-4580 ou por meio do Whatsapp (54) 984188487. O Hemocs atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30 e, aos sábados, das 8h até 12h, na Rua Ernesto Alves,2260, ao lado da UPA Central.

Testagem do coronavírus tem nova etapa

A pesquisa por amostragem, que estima o percentual da população infectada pela Covid-19, terá sua 4ª e última etapa realizada no município nos dias 23, 24 e 25 de maio. Serão testadas mais 500 pessoas de forma aleatória. Já foram aplicados 1,5 mil testes nas fases anteriores, resultando em 1.498 negativos e dois positivos para a doença.

A pesquisa, realizada a cada duas semanas, foi dividida em quatro etapas, com testes, questionários, coleta de dados e comparações entre os resultados. Os resultados irão projetar estratégias públicas de enfrentamento da Covid-19 e fornecer parâmetros para decisões sobre medidas de isolamento social e estimativas de tempo para o retorno da população à vida normal.

Os testes ainda serão aplicados em Pelotas, Santa Maria, Uruguaiana, Ijuí, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Porto Alegre. Os resultados das coletas e detalhes sobre as demais etapas da pesquisa deverão ser informados pela Universidade Federal de Pelotas nos próximos dias. O projeto é uma parceria entre o governo do Estado e Instituto Pesquisas de Opinião, coordenado pela Universidade Federal de Pelotas, e executado na cidade pela Universidade de Caxias do Sul com apoio da Prefeitura.