Coronavírus

Fiscalização aperta cerco a quem está nas ruas de Caxias

Blitz pela Vida tem como objetivo orientar as pessoas para que fiquem em casa
24 de março de 2020 às 22:38

Guardas municipais e fiscais de trânsito iniciaram abordagens na terça, 24 (Foto SSPPS, Divulgação)

A fiscalização de trânsito e a Guarda Municipal, em parceria com a Brigada Militar, iniciaram na terça-feira, 24, a Blitz pela Vida. Viaturas e servidores vão passar em praças e parques centrais e dos bairros solicitando que as pessoas fiquem em suas casas. O decreto publicado na sexta-feira, 20, de fechamento de várias atividades, tem o intuito da redução da circulação de pessoas, evitando assim a transmissão do coronavírus.

A Blitz pela Vida também ocorreu em pontos da cidade, com barreiras de orientação para motoristas como na Rua Os Dezoito do Forte, na esquina com a Rua Humberto de Campos; e na extensão da Rua Moreira César, nas proximidades do Bairro Fátima. Só é permitido o deslocamento de profissionais da saúde e segurança, além de idas a supermercados e farmácias. A ação será realizada por tempo indeterminado.
De acordo com a Secretaria da Saúde, na terça, 24, não houve confirmação de nenhum outro caso. Continuam sendo sete, dos quais dois já curados. Os cinco confirmados estão estáveis e em isolamento domiciliar. Estão em análise 35 suspeitos e 43 foram descartados como sendo de coronavírus.

No Rio Grande do Sul, de acordo com o boletim da Secretaria da Saúde, há 112 casos confirmados e 204 suspeitos. Dentre as 2.726 notificações há 826 descartados. Estão em análise para classificação 1.064 notificações. Foram confirmados casos em 35 municípios do estado. Na Serra ainda há registros em Bento Gonçalves, dois, e nas cidades de Carlos Barbosa, Farroupilha, Garibaldi, Paraí e Serafina Correa, um em cada. No Brasil são 2.201 casos confirmados e 46 mortes. No mundo, 372.757 confirmações e 16.231 óbitos.

Farroupilha alerta para consumo de água

A recomendação para que a população lave as mãos frequentemente elevou o consumo de água. Visando evitar o surgimento de novo problema, a gerência da Corsan, em Farroupilha, orientou para que haja controle. A estimativa é que as barragens, que apresentam níveis baixos, têm autonomia para as próximas duas semanas. Além disso, não há previsão de chuvas para os próximos dias. A orientação é para evitar o uso em lavagem de calçadas, carros e telhados, entre outros.

A cidade possui um caso confirmado, um em investigação e 11 descartados. Na terça, 24, a Prefeitura atualizou decreto municipal, liberando o funcionamento de agropecuárias, dentre outros estabelecimentos comerciais. A Central de Teleatendimento ao Coronavírus já opera em horário comercial com 10 atendimentos simultâneos. Outros 20 funcionários passam por treinamento para também atender neste canal. O uso destes telefones deve ser realizado em casos de urgências para evitar o congestionamento de linhas.

Flores da Cunha destina R$ 256 mil para hospital

O Centro de Operações de Emergência e a Secretaria da Saúde de Flores da Cunha registraram mais uma coleta para testagem para coronavírus no município. A paciente, uma mulher idosa, que está internada no Hospital Nossa Senhora de Fátima, realizou o exame na tarde de terça-feira, 24. No dia anterior, uma trabalhadora da área da saúde também realizou o teste. Ela está em boas condições de saúde e em isolamento domiciliar. Até o momento, Flores da Cunha registra quatro casos suspeitos – dois já foram descartados.

A prefeitura repassará R$ 265 mil para o Hospital Beneficente Nossa Senhora de Fátima. Os recursos, que tiveram aprovação na Câmara de Vereadores na segunda-feira, 23, serão aplicados na compra de respiradores mecânicos e de equipamentos de proteção individuais.