Variedades

Festival homenageia gastronomia chilena

Gramado espera receber 350 mil visitantes até 22 de setembro
09 de setembro de 2019 às 09:53
Foto: Cleiton Thiele, Divulgação

Comer e beber bem, aprender ou aprimorar conhecimentos e curtir boa música são as regras para as próximas duas semanas na Serra Gaúcha. Até o dia 22, o 11º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado terá mais de 90 horas de atrações culturais e mais de 60 oficinas gastronômicas com chefs nacionais e internacionais, além dos tradicionais festins, jantares harmonizados elaborados por chefs do país homenageado, que este ano é o Chile. 

A gastronomia chilena inspirou a criação de mais de 20 opções de pratos doces e salgados que serão apresentados e vendidos a preço único. Professor de gastronomia da Universidad Tecnológica de Chile - Instituto Professional Centro de Formación Tecnica, César Torres foi o responsável por auxiliar os chefs e restaurantes participantes a criarem receitas que representassem a gastronomia chilena, orientando na escolha de ingredientes e nos preparos, garantindo a identidade dos pratos. Vegetarianos e veganos contam com oito opções sem carne e uma opção livre de produtos de origem animal.

A programação cultural e as atividades na Cozinha Experimental são inteiramente gratuitas. Com capacidade para até 40 pessoas, a Cozinha Experimental tem coordenação do Senac - Gramado e funcionará diariamente a partir das 13h30. As inscrições são feitas na hora por ordem de chegada. 

A estrutura será localizada na Praça Major Nicoletti, com maior visibilidade e posicionada estrategicamente para receber tanto as oficinas abertas ao público quanto as direcionadas às equipes dos restaurantes, com ênfase em boas práticas e capacitação de garçons. Além disso, a parceria com a Madesa Móveis permitiu a ampliação e qualificação do espaço, que contará com novos equipamentos.  As bancas de comida de rua funcionarão às sextas e sábados, das 11h30 às 23h, e de domingo a quinta, das 11h30 às 22h30. Os valores das porções são de R$ 30 para salgados e R$ 20 para os doces.

As cervejarias de Gramado e região marcam presença no festival. Quem visitar o evento poderá degustar diferentes estilos ao preço de R$ 10 e R$ 15 o copo de 300 ml. Para quem prefere vinho, quatro estações de vinícolas e importadoras oferecem variados rótulos. O visitante pode adquirir a taça de cristal exclusiva do evento por R$ 15 e escolher entre as três linhas de vinhos: bronze (R$ 10), prata (R$ 15) e ouro (R$ 20). 

De 2017 para 2018, o festival cresceu 110%, e a projeção para este ano é a mesma. Em 2018, foram 20 restaurantes participantes; neste, são 22. Nesta edição, são mais de 60 oficinas, 80 shows, sete festins e uma semana a mais de programação. A expectativa é de que a movimentação na cidade ao longo dos 18 dias fique em torno de 350 mil pessoas. 





Publicidade