Federação projeta alta de 7% no faturamento de abril

Mesmo ficando abaixo das expectativas, Páscoa dará impulso ao resultado do mês
24 de abril de 2019 às 12:09
Foto: Foto: BD

A Páscoa de 2019 confirmou a expectativa de que a recuperação econômica do Brasil continua acontecendo em ritmo inferior ao que esperado. Ainda assim, a data deve ajudar a promover para o varejo do Rio Grande do Sul crescimento em torno de 7% no volume de vendas ao final de abril. “A leve alta registrada das vendas na Páscoa deve incrementar o resultado geral do consumo em abril e sinaliza que a atividade comercial pode reagir nos próximos meses, especialmente nas datas festivas, onde cresce a intenção do consumidor em presentear familiares e amigos”, avalia Vitor Augusto Koch, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS).

Segundo o dirigente, existe a expectativa de que as próximas datas comemorativas do primeiro semestre do ano, o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, também experimentem incremento nas vendas na comparação com 2018. “Para que isso ocorra de forma efetiva, é necessário que o cenário econômico do país melhore, com criação de mais empregos e consequente aumento da geração de renda da população”, acrescenta.

Confirmando tendência apontada pela FCDL-RS, os artigos tradicionais da Páscoa, como ovos de chocolate, acabaram sendo substituídos por presentes como roupas infantis e brinquedos, que tiveram alta de 8% e 6%, respectivamente. “Foram alternativas encontradas pela população para driblar o elevado preço dos ovos de Páscoa e não deixar de presentear seus entes queridos”, analisou o dirigente sindical.





Publicidade