Cidades

Entidades fazem alerta sobre violência a idosos

Vigilância Epidemiológica de Caxias registrou 140 casos de agressões, no ano passado
14 de junho de 2019 às 12:17

Sensibilizar a comunidade para o combate à violência e garantir o envelhecimento de forma saudável são os objetivos do Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado neste sábado (15). A iniciativa da Organização das Nações Unidas e Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa será lembrada, em Caxias do Sul, nesta sexta (15), com atividades na Praça Dante Alighieri.

Anualmente, cerca de 2 milhões de idosos são vítimas de agressões no Brasil. Dados apurados em Caxias do Sul pela Vigilância Epidemiológica com base no Sistema de Informação de Agravos de Notificação apontam para 140 casos de violência contra idosos, no ano passado. De 2010 a 2018, são perto de 1.350 registros.

A negligência é o principal tipo de violência praticado contra as pessoas idosas, responsável por 85 dos casos notificados em 2018, seguido da agressão física, com 39 registros. A maioria das vítimas é mulheres e as agressões ocorrem, principalmente, no âmbito intrafamiliar.

A violência contra o idoso é crime passível de punição. São consideradas criminosas a violência física, financeira, psicológica, no trânsito, sexual, negligência e ou abandono. Para denunciar, o telefone é o Disque 100, além do 190.

Maria Elenir Anselmo, enfermeira do Núcleo de Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso da Secretaria Municipal da Saúde, ressalta a importância de se denunciar esse tipo crime. "Sabemos que o número de casos é subnotificado. Na prática, a violência contra os idosos, lamentavelmente, é maior", afirma. Segundo ela, é preciso realizar um trabalho constante com as equipes de saúde para que, cada vez mais, possam identificar situações de vulnerabilidade e façam o registro dos casos que chegam aos serviços.

A Comissão do Idoso da Câmara Municipal, presidida pelo vereador Felipe Gremelmaier/MDB, tem trabalhado na implantação de uma Delegacia Especial de Proteção ao Idoso, processo já em andamento na Secretaria Estadual da Segurança Pública. “Será um serviço importante que se somará a outros já existentes no combate aos crimes cometidos contra idosos”, destacou.

Programação

Sexta, 13h30, Praça Dante Alighieri: distribuição de folderes, orientação da importância da ação e divulgação de locais da rede de proteção ao idoso para denúncias de violência

Dia 26, 14h, Escola Cavalheiro Aristides Germani: apresentação da peça teatral "Existe violência nas relações familiares? Como tratamos nossos idosos?"





Publicidade