Economia

Empresa de Caxias transfere produção para São Paulo

Medida resulta na demissão de 90 funcionários
11 de dezembro de 2019 às 15:16

 

Trabalhadores foram comunicados do fechamento da unidade na terça (Foto Sindicato dos Metalúrgicos, Divulgação)

A Ibero Rodare Componentes Rodoviários, localizada em Caxias do Sul, transferirá suas operações para o estado de São Paulo. Fundada em 2006, a empresa empregava em torno de 100 pessoas. Destas, 10 aceitaram o convite de mudar de cidade e 90 foram demitidas. 

Em assembleia realizada em frente à unidade, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos expôs o acordo feito com a empresa. Além do pagamento de todas as verbas rescisórias estabelecidas em lei, haverá acréscimo de dois salários contratuais a título de compensação. As rescisões serão feitas no sindicato. A empresa também firmou parceria com agência de seleção e recrutamento de pessoal para auxiliar na recolocação dos funcionários. A intenção é que, em três meses, todos estejam empregados.

Por meio de comunicado, o diretor da unidade de Caxias do Sul, Lucas Abreu, informa que a transferência está diretamente relacionada com aspectos logísticos, não apenas de custos, mas também de tempo para o transporte. As instalações de 3 mil m², que estarão desocupadas até o final da próxima semana, serão devolvidas aos proprietários. As operações, no entanto, estão encerradas desde terça, 10.

A empresa iniciou atividades em 1986 sob a denominação de Indústria Mecânica Pistore. Em 2006, mudou para Rodare Componentes Rodoviários, ingressando no mercado de transporte, dedicando-se especialmente ao fornecimento de componentes de suspensão mecânica de implementos.

Em novembro de 2015, adquirida pelo Grupo Ibero ampliou sua carteira de produtos e clientes. A partir de agora, a unidade passa a ocupar área em um dos cinco pavilhões do complexo de 24 mil m², em Itaquaquecetuba, SP, onde também opera a Fontaine International do Brasil.