Economia

EMPREENDIMENTO: Casarão histórico vira coworking

Prédio é considerado uma das referências arquitetônicas da história de Caxias do Sul
03 de julho de 2019 às 12:56
Foto: Luciana Corso Galiotto, Divulgação

O Colavoro Sanvitto, espaço de coworking localizado em um casarão tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal, no Centro de Caxias do Sul, será oficialmente aberto nesta quinta (4). Com a vocação de absorver demandas dos mais variados segmentos culturais e de mercado, o espaço colaborativo terá auditório, salas de reunião e multifuncionais, espaço para exposições, restaurante, estacionamento e jardim em um ambiente integrado à história da cidade.

O Colavoro Sanvitto surge da ideia de garantir um destino proficiente ao prédio de significativo valor histórico construído de 1943 a 1946, na Avenida Júlio de Castilhos, entre as ruas Garibaldi e Visconde de Pelotas. “A iniciativa democratizará o acesso a um espaço que muitos gostariam de ter entrado antes”, resume o arquiteto Renato Solio, que orientou a família sobre as intervenções no patrimônio após o processo de tombamento, aprovado em 2015.

O único prédio residencial de Caxias planejado pelo arquiteto Vitorino Zani (1900-1960), que projetou a Igreja São Pelegrino, terá à disposição espaços colaborativos equipados com modernos sistemas de tecnologia, informação e segurança. No subsolo haverá um restaurante, e nos dois primeiros pavimentos, os espaços funcionais, além de área para eventos e exposições culturais. “Os ambientes rompem com a tradição dos coworkings que sugerem essa urgência dos dias atuais, esse nervosismo moderno onde tudo deve ser feito às pressas. Queremos oferecer aconchego e convivência”, ressalta Fernanda Sanvito Andreazza, sócia no empreendimento com as irmãs Gisele Sanvito Andreazza Corso e Graziela Sanvito Andreazza Ramos.

Restaurante funciona a partir de sábado

Maria Beatriz Dal Pont e Carolina Dal Pont Branchi, mãe e filha, dão novo passo ao empreendimento Amada Cozinha Café & Cucina. A dupla abrirá o restaurante ao público a partir de sábado (6), no subsolo do Colavoro Sanvitto. A proposta no novo espaço será de oferecer opções de almoço executivo, lanches, chás, cafés e vinhos da Serra Gaúcha. Servir alimentos frescos e ingredientes de proveniência regional, preferencialmente de pequenos produtores rurais orgânicos, continua sendo prioridade. O novo cardápio seguirá o conceito da sazonalidade dos insumos e os princípios que a empresa segue desde a sua fundação, em 2012, de produzir receitas saudáveis com apuro técnico e cozinhando, exclusivamente com azeite de oliva.

Com a mudança, o Amada Cozinha terá sua capacidade de atendimento ampliada, de 20 para 50 lugares à mesa. O novo formato de negócio do restaurante, que conta também com serviço de catering, ainda prevê o uso do espaço para outros projetos especiais, como cursos e workshops na área enogastronômica e de azeites de oliva, encontros fechados de confrarias e grupos de interesses. A ideia é também disponibilizar o novo local aos cerimonialistas, para a realização de eventos sociais para até 80 convidados, em formato de café da manhã, brunch, coquetel ou happy hour.





Publicidade