Cidades

Doações ao Funcriança aumentam 42% no RS

Números foram apresentados pela presidência da Assembleia Legislativa, responsável por campanha de mobilização
09 de maio de 2019 às 12:09
Foto: Michel Paz, ALRS/ Divulgação

Em café da manhã, nesta quarta-feira (8), a Assembleia Legislativa e as entidades parceiras da campanha Valores que Ficam, que incentiva a doação de parte do Imposto de Renda devido por pessoas físicas ao Fundo da Criança e do Adolescente (Funcriança), comemoraram o aumento de 42,9% nas doações em relação a 2018, o que representa R$ 4,2 milhões. Conforme dados da Superintendência da Receita Federal - 10ª Região Fiscal, as doações ao Funcriança no estado passaram de R$ 9,6 milhões, em 2018, para R$ 13,8 milhões. No Brasil, o crescimento foi menor, de 28,6%, passando de R$ 67,7 milhões para R$ 87 milhões no mesmo período. 

Desde 20 de março, quando foi lançada a campanha, o hotsite http://valoresqueficam.al.rs.gov.br registrou 45 mil visitas. Foram mais de 30 mil compartilhamentos e 1.310 downloads do passo a passo.

Na primeira fase da campanha, que durou até 30 de abril, data limite para a entrega das declarações do IR à Receita Federal, a ação do Poder Legislativo focou nas doações ao Funcriança, em consonância com o que prevê a legislação. Agora, no segundo momento, o centro serão os esclarecimentos à sociedade sobre as normas para fazer as doações até o final de 2019.

Segundo o presidente da Casa, deputado Luís Augusto Lara (PTB), proporcionalmente, o Rio Grande do Sul foi o estado que teve maior crescimento de doações ao Funcriança em relação ao ano anterior. "Temos muito ainda a crescer. Podemos ir dobrando esses números a cada ano", declarou, defendendo que a campanha seja perene e que outras entidades possam se associar à iniciativa.

O superintendente-adjunto da Receita Federal no Rio Grande do Sul, Ademir Gomes de Oliveira, falou que o momento é de comemoração, mas que a campanha deve permanecer. Ele destacou que o órgão já realiza a divulgação para a doação do Imposto de Renda ao Funcriança, mas que a campanha encabeçada pela Assembleia colaborou para a sensibilização e engajamento da população por meio das audiências públicas realizadas no interior. 





Publicidade