Economia

Dia do Vinho aumenta as vendas das vinícolas em 15%

Hotelaria também foi beneficiada com alta de 10% na ocupação em maio
05 de junho de 2019 às 12:54
Foto: Henrique Lavoratti, Divulgação

Além de passar a se chamar oficialmente Dia do Vinho Brasileiro a partir deste ano, a comemoração, que ocorreu de 17 de maio a 2 de junho, foi promovida em 45 cidades, de 11 regiões enoturísticas, em seis estados, o dobro de 2018 e quase 10 vezes mais que a primeira edição. Em 2010, apenas cinco cidades da Serra Gaúcha integravam a programação de 10 dias. Em 2019, durante os 17 dias de festividade, os amantes do turismo de experiência puderam desfrutar de mais de 700 atividades simultâneas e descentralizadas, incluindo descontos no projeto Abasteça sua Adega, no Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo e nos estreantes Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Ao todo, foram 124 empreendimentos, sendo que, destes, 67 eram vinícolas, nove lojas/delicatéssens, 41 restaurantes e sete hotéis, além de praças e centros de ensino. Na primeira edição do Dia do Vinho participaram 79 empreendimentos, ou seja, em uma década, houve crescimento de 64%. 

Para o presidente do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH) Região Uva e Vinho, Vicente Perini Filho, a receita de sucesso se deve a três fatores principais: parcerias estratégicas, qualidade na oferta e dedicação de todos os envolvidos. “Neste ano, fomos brindados por um envolvimento ainda maior. Mais cidades, estados e associações abraçaram conosco os 10 anos de Dia do Vinho”, elogia.

No Rio Grande do Sul, estado que concentrou o maior número de atividades, a rede hoteleira e gastronômica apresentou, em média, 10% de crescimento em relação ao fluxo normal. Alguns hotéis da Região Uva e Vinho, principal destino enoturístico do país, tiveram taxa de ocupação nos três finais de semana próxima a 80%. O SEGH é um dos realizadores do Dia do Vinho Brasileiro ao lado do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Oscar Ló, presidente da entidade, estima alta de 15% nas vendas no varejo das vinícolas durante o período. Os descontos nos produtos chegavam a 50%. “O trade turístico comprou a ideia, o setor vinícola se empenhou e outros estados também começam a desenvolver essas ações. O Dia do Vinho chegou a um momento de maturidade, com mudança de marca e de nome. Os canais se preparam com promoções e hoje o Dia do Vinho Brasileiro é um dos indutores de enoturismo do país”, comemora Ló. A 11ª edição já tem data: de 22 de maio a 7 de junho de 2020.

Principais indicadores

2010

2019

Atividades

120

700

Empreendimentos

79

124

Vinícolas

 26

67

Hotéis

 8

7

Restaurantes

23

41

Lojas/delicatéssens

 6

9

Associações/entidades setoriais

5

18

Cidades

5

45

Regiões

1

11

Estados

1

6





Publicidade