Cidades

DNIT confirma reativação de 39 radares na região

01 de agosto de 2019 às 09:15

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que, em decorrência do acordo judicial homologado na segunda-feira (29) pela Justiça Federal, dará prioridade à instalação de aproximadamente 1.140 radares eletrônicos no Brasil. O objetivo é o controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade média, alta e muito alta, os quais foram identificados em estudos realizados em 2016.

O acordo judicial decorre de negociação e foi construído consensualmente pelo Ministério da Infraestrutura, DNIT e Ministério Público Federal, o que permitiu uma redução do quantitativo de radares, contemplando a instalação de equipamentos nos pontos mais sensíveis, prioritariamente em áreas urbanas. “A implantação das faixas estabelecida no acordo busca também coerência com a disponibilidade orçamentária do DNIT para tal finalidade”, informa o órgão. Em função do acordo, a partir de diretrizes atualizadas a serem estabelecidas pelos técnicos do Ministério da Infraestrutura, será realizado novo estudo para redimensionar a quantidade de radares, priorizando os trechos efetivamente necessários e considerando o caráter educativo dos equipamentos.

Na Serra Gaúcha, deverão ser instalados 33 equipamentos na BR-116, dos quais 11 em trechos de Caxias do Sul, entre os kms 144 e 171. Os demais serão posicionados em Vacaria, Campestre da Serra, São Marcos e Picada Café. Ainda haverá dois radares na BR-480, em Garibaldi; e quatro na BR-285, distribuídos entre Bom Jesus e Vacaria.





Publicidade