Cidades

Corpus Christi é tradição na Serra

Flores da Cunha e Garibaldi terão tapetes coloridos; Caxias celebrará na Praça Dante
19 de junho de 2019 às 12:54
Foto: Divulgação

Comemorado pela religião católica 60 dias depois da Páscoa, sempre na quinta-feira seguinte ao Domingo da Santíssima Trindade, o feriado de Corpus Christi celebra o mistério da Eucaristia. No Brasil, diversas cidades realizam procissões em vias públicas e confeccionam tapetes com serragem colorida.

No Rio Grande do Sul, a cidade de Flores da Cunha cultua essa tradicional cerimônia de fé desde 1964. “Começamos a organizar este evento ainda em fevereiro, quando as cerca de 70 toneladas de serragem começaram a ser tingidas, sendo que 40 de forma artesanal”, destacou a secretária de Turismo, Fátima Ortiz.

As equipes da Prefeitura já demarcaram as áreas onde serão confeccionados os tapetes, colocando a base. A partir desta quarta-feira (19), 300 voluntários da comunidade, de todas as faixas etárias, se envolvem na confecção. “Serão 400 metros, mais a escadaria da igreja, ornados com belos desenhos em 44 tapetes, e temas relacionados à Campanha da Fraternidade, frei Salvador, políticas públicas e Festa Nacional da Vindima de 2020”, salientou.

A Romaria do Frei Salvador, que chega a sua 30ª edição, com celebração eucarística e benção da saúde, ocorre na quinta-feira (20), às 13h30, com saída da Igreja Matriz, no Centro, onde foi montada uma estrutura na Praça da Bandeira. Ali serão oferecidas diversas opções de alimentação, vinhos, espumantes e artesanatos. Também ocorre confecção de tapetes coloridos no Distrito de Otávio Rocha, com missa na Igreja Matriz, às 15h, seguida de procissão.

A expectativa é que 30 mil pessoas visitem Flores da Cunha até o domingo (23), em linha com a média dos últimos anos. Como novidade para este ano está um show acústico, após a missa das 9h30 de quinta-feira, e a oportunidade de as crianças confeccionarem tapetes coloridos. “Em termos de importância econômica, Corpus Christi só perde para a Vindima. Contribui para movimentar as vinícolas, restaurantes e pousadas, enfim todos os segmentos”, ressaltou.

Coleta para a Hospedagem Solidária

Em Caxias do Sul, a celebração de Corpus Christi será às 14h30 desta quinta (20), em frente à Catedral Diocesana, seguida por procissão em volta da Praça Dante Alighieri. Caso chova, a celebração será no interior da Catedral. Neste ano, como gesto de solidariedade, serão arrecadados recursos em dinheiro na coleta da missa para a Hospedagem Solidária (projeto de acolhida da Diocese de Caxias do Sul a pessoas em situação de rua). Cada paróquia tem autonomia para realizar atividades especiais. “Esta celebração simboliza e reforça a presença de Cristo junto de nós. Em todos os momentos, sejam bons ou ruins, Ele está entre nós, e nunca nos deixa desamparados. É um momento que reforça a fé, mas também é de reflexão, pois precisamos fazer a nossa parte para termos um mundo melhor”, destacou o padre e assessor da Mitra Diocesana, Elton Aristides.

Ruas sonorizadas em Garibaldi

Em Garibaldi, a procissão de Corpus Christi é realizada desde 1989. A comissão organizadora começou os trabalhos há mais de dois meses, com o planejamento das tarefas e o tingimento dos materiais. O tema central deste ano será “Cristo convoca e envia para a missão”. A celebração ocorre na quinta-feira (20), com a procissão iniciando logo após a Santa Missa Campal das 9h30. 

A confecção dos tapetes foi feita por 13 grupos de voluntários, que utilizaram 330 sacas de maravalha e 110 de serragem colorida, além de outros materiais para os enfeites. O trajeto é de 415 metros, todo sonorizado, ao longo das ruas Dante Grossi, Júlio de Castilhos, Buarque de Macedo e Carlos Barbosa, seguindo pela escadaria e no largo em frente à Igreja Matriz São Pedro. Haverá postos para coleta de alimentos não perecíveis e material de limpeza, que serão doados para o Fraterno Auxílio Cristão e a Casa de Repouso Arco-Íris. Os tapetes ficarão expostos para o público visitar e fotografar até 17h.

Movimento fraco na Rodoviária

Na Estação Rodoviária de Caxias do Sul, segundo a gerente Valéria Gazzola, a movimentação para este feriado está muito aquém do esperado. A expectativa é que haja movimento acentuado no decorrer desta quarta-feira (19). “Estamos de prontidão, mas creio que não haverá a necessidade de colocar carros extras”, informou.

Redirecionamento de fiscalização

Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal não haverá operação especial para o feriado em função do empenho na Copa América 2019. Entretanto, ações de fiscalização de trânsito e de combate ao crime serão intensificadas. Na Serra Gaúcha, policiais irão redirecionar a fiscalização para os trechos mais sensíveis no feriado, por conta do aumento do fluxo que se concentra em pontos específicos da rodovia, como entroncamento com Rota do Sol, em Caxias do Sul; RS-235, em Nova Petrópolis; e BR-285, em Vacaria.

Comércio aberto

Conforme estabelecido em convenção coletiva de trabalho, estabelecimentos do comércio varejista podem abrir durante o feriado com o atendimento de funcionários. Mas é preciso ter certificado emitido pelo Sindilojas Caxias. Os supermercados da região também podem abrir normalmente.





Publicidade