Cidades

Contra dengue, donos de jazigos devem adequar espaço

Os donos de jazigos localizados no Cemitério Público Municipal I (bairro Euzébio Beltrão de Queiroz) devem ficar atentos para evitar a proliferação do Aedes
19 de março de 2019

Os donos de jazigos localizados no Cemitério Público Municipal I (bairro Euzébio Beltrão de Queiroz) devem ficar atentos para evitar a proliferação do Aedes aegypti. Floreiras de alvenaria que acumulam água da chuva podem se tornar possíveis criadouros para o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya.

A orientação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) é de que os responsáveis pelos túmulos devem furar as floreiras e preenchê-las com brita ou retirá-las ou ainda substituí-las por outras que não armazenem água. Quem visita o espaço também deve utilizar vasos furados e retirar o papel celofane dos arranjos ou evitar colocar flores naturais nos jazigos e gavetas.

As floreiras que não forem adequadas até início de abril serão preenchidas com brita e argamassa, como medida emergencial da Vigilância Ambiental da Semma. Mais informações com a administração dos cemitérios públicos municipais pelo telefone (54) 3901-1290.

Até agora, já foram encontrados 16 focos do Aedes aegypti em Caxias do Sul nos bairros Alvorada (3), Bela Vista (1), Desvio Rizzo (1), Esplanada (4), Mariani (1), Salgado Filho (1) e Santa Lúcia Cohab (3). A quantidade de focos localizados até agora no município já se aproxima do total registrado durante todo o ano passado, quando 17 foram identificados.

Dicas de prevenção

- Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;

- Recolher o lixo do pátio;

- Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca;

- Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva; ou encaminhar ao Ecoponto da Codeca (custo de R$ 1,65 por pneu para o morador que entregar o item seco na Codeca);

- Tampar caixas d'água;

- Colocar telas milimétricas em caixas d'água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;

- Limpar as calhas;

- Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;

- Eliminar os pratinhos das plantas.





Publicidade