Política

Conclusão da votação da reforma da Previdência é esperada para esta sexta

12 de julho de 2019 às 08:33
Foto: Luis Macedo, Câmara dos Deputados/Divulgação

Com quase nove horas de atraso, o plenário da Câmara dos Deputados retomou a análise dos destaques ao texto principal da reforma da Previdência. Marcada para 9h, a sessão só começou às 17h30. Ao longo do dia, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia/DEM-RJ, reuniu-se com líderes dos partidos apoiadores da reforma e da oposição para fechar um acordo quanto aos procedimentos. Depois de suspender a sessão na quarta-feira (10) à noite, ele disse que era necessário que os deputados entendessem que destaques estavam sendo votados.

A intenção do presidente Rodrigo Maia é concluir a votação em dois turnos da proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) até esta sexta (12) ou, no máximo, na manhã de sábado. Ao chegar à Câmara, Maia afirmou que trabalharia para concluir a etapa de votação do primeiro turno na noite desta quinta-feira. “E vamos votar o segundo turno amanhã (hoje). Essa é a minha expectativa”.

Na quarta (10) à noite, o plenário aprovou o texto original da reforma da Previdência por 379 votos a favor e 131 contra. Na sequência, os deputados rejeitaram um destaque que pretendia retirar os professores da reforma da Previdência. Por 265 a 184, com duas abstenções, os parlamentares decidiram manter as regras para os professores que constam no texto-base.