Economia

Comércio projeta alta de até 3% no Dia dos Pais

Pesquisa da Fecomércio-RS aponta que data deve sofrer impacto pela alta nas vendas de julho em função do frio
18 de julho de 2019 às 08:52

O comércio varejista do Rio Grande do Sul trabalha com expectativa de crescimento de 1% a 3% nas vendas do Dia dos Pais sobre a mesma data do ano passado. Os segmentos mais impactados serão equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação; vestuário e calçados e artigos de uso pessoal. A projeção é da Fecomércio-RS.

As vendas de agosto em 2018 surpreenderam com aumento de 7,5% sobre o ano anterior. Com isso, a base de comparação ficou inchada, levando a uma potencial redução no percentual de crescimento esperado para este ano. A demora da chegada do frio, restrito às primeiras semanas de julho, representou forte estímulo às vendas no segmento de vestuário e calçados no mês, o que também deve refletir no resultado de agosto, que tem previsão de temperaturas mais amenas. Embora o mercado de trabalho tenha apresentado sinais de recuperação, para o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, os consumidores ainda permanecem cautelosos. "O orçamento das famílias continua restrito e os índices de confiança tiveram redução nos últimos meses, o que se reflete nos resultados de vendas dos lojistas", explica. Conforme dados mais recentes, as vendas no varejo acumularam, até maio, alta de 2,9% em relação a 2018 enquanto a média de 12 meses é de 3,7%.





Publicidade