Coronavírus

Caxias registra 16ª morte e chega a 1.072 casos

Fiscalização tem intensificado ações para reduzir as aglomerações
29 de junho de 2020 às 20:59

Exército deu apoio às ações de fiscalização em áreas públicas (Foto Prefeitura de Caxias, Divulgação)

A Secretaria da Saúde notificou, nesta segunda (29), mais 59 casos confirmados para Covid-19, elevando o total de positivos para 1.072 pacientes. Também confirmou a 16ª morte pela doença. Trata-se de um homem de 46 anos, portador de tuberculose, que foi internado na quinta (26). Dentre as vítimas, há 10 homens e seis mulheres.

Dos confirmados, 622 estão recuperados, representando 58% do total. Dentre os ativos, 385 estão em tratamento domiciliar (UTI), equivalente a 88%. Há 34 internados em leitos de enfermaria e 15 em unidades de terapia intensiva. Outros 72 aguardam resultado de exame e 10.640 testes, incluídos 2 mil realizados pela Universidade Federal de Pelotas, deram negativo.

Dentre os pacientes positivos há 287 funcionários do frigorífico JBS, localizado em Ana Rech; 167 profissionais da saúde e oito da segurança. São 536 do sexo masculino, com idades entre dois e 94 anos, e mesmo número do sexo feminino, com idades entre um e 97 anos.

A ocupação de leitos de UTI administrados pelo SUS era de 82%, com 41 em uso. Na rede privada, são 39 leitos ocupados, índice de 52%. Mais informações em https://covid.caxias.rs.gov.br.

JOVENS SÃO OS QUE MAIS DESRESPEITAM DECRETO

A fiscalização da Secretaria do Urbanismo, em parceria com a Guarda Municipal e o Exército, estiveram em vários locais no final de semana para fazer cumprir o decreto municipal que proíbe aglomerações em locais públicos, principalmente praças, parques e postos de gasolina. A operação se concentrou basicamente em Ana Rech, na praça central, e no Desvio Rizzo, no entorno do Parque da Lagoa. Ambos os locais foram fiscalizados devido a denúncias da comunidade.

Em Ana Rech, vários carros foram guinchados com o apoio da Fiscalização de Trânsito e uma condutora não passou no teste do bafômetro. No total, foram emitidas 12 notificações pela falta de uso das máscaras e nove por consumo de bebida alcoólica. Também foram interditados três estabelecimentos por falta de alvará, dois notificados por aglomeração e um por consumo de bebidas pelos frequentadores.

Segundo o secretário João Uez, os jovens insistem em desrespeitar as regras. "A maioria é jovem, que sai de casa para se reunir. Temos que conscientizá-los que ainda não é o momento para isso. Temos todos, independentemente da idade, de ficar em casa o máximo possível. Nos finais de semana, principalmente, não é para ir a parques, praças e postos. Sem aglomerações, evitamos a transmissão do vírus e a lotação dos hospitais", reforça.

O decreto municipal libera apenas caminhadas e corridas em praças e parques. O Jardim Botânico, o Parque Cinquentenário e o Ecoparque continuam fechados para o acesso ao público.