Esportes

Caxias demite técnico Pingo

Decisão unilateral teria sido motivada por divergências no tratamento a atletas
26 de junho de 2019 às 12:06
Foto: Vitor Soccol, Caxias/BD/Divulgação

Nesta terça-feira (25), a direção do Caxias confirmou a demissão do técnico Pingo. Também deixam o clube o auxiliar Bandoch e o preparador físico George Castilhos. O anúncio ocorreu em coletiva de imprensa realizada no Estádio Centenário. De acordo com o presidente Vitacir Pellin, a decisão foi tomada após somatória de uma série de fatores. A direção já trabalha com três nomes para substituir Pingo. Winck e Beto Almeida estão entre as opções.

Desde que chegou ao comando técnico do Caxias, Pingo somou 23 jogos, com 10 vitórias, sete empates e seis derrotas. Informações de bastidores davam conta de que teria havido um desentendimento entre o treinador e a direção do clube após a classificação do Caxias sobre o Avenida, em Santa Cruz do Sul. A causa da discussão teria sido o tratamento dado a alguns atletas. O novo treinador deve ser anunciado até sexta-feira (28).

Dentro de campo, os atletas treinaram na manhã desta terça-feira no CT Baixada Rubra, em preparação para o confronto do clube contra o Cianorte, válido pela terceira fase da Série D. O jogo de ida será no Estádio Centenário, no domingo (30), às 16h. O duelo da volta está agendado para o Estádio Albino Turbay, em Cianorte, no domingo (7), a partir das 15h.

A única mudança confirmada em relação à equipe que se classificou sobre o Avenida é o ingresso do meia Leílson no lugar do volante Foguinho, que foi expulso em Santa Cruz do Sul. Juliano e Taiberson também preocupam os médicos do clube. Os ingressos para o primeiro jogo da terceira fase começam a ser vendidos nesta quarta-feira (26), ao preço de R$ 25. No dia do jogo, o valor sobre para R$ 40. Há opções de meia-entrada.

Vai para Portugal

A negociação do meia Rafael Gava com uma equipe da Europa era um assunto recorrente nos bastidores grenás desde o final do Gauchão. Na segunda-feira (24), o staff do jogador confirmou a ida de Gava ao Paços de Ferreira, clube que subiu da Série B para a primeira divisão do futebol português na temporada 2019/2020. O jogador deixará o Caxias após a participação na Série D.





Publicidade