Política

Câmara aprova pedido de informações sobre viagens de Daniel Guerra

Chefe do Executivo viajou seguidamente nos últimos dois meses
31 de outubro de 2019 às 18:30
Foto: Prefeitura Municipal, Divulgação

Por unanimidade dos parlamentares, foi aprovado na sessão ordinária desta quinta-feira (31) pedido de informações ao prefeito Daniel Guerra (Republicanos) para explicar fatos de suas recentes viagens para fora do Estado. O documento aprovado é de autoria dos vereadores Felipe Gremelmaier e Paulo Périco, ambos do MDB. A Lei Orgânica Municipal prevê prazo de 30 dias para que o Executivo envie as respostas ao Legislativo.

Na matéria, Périco manifestou-se pedindo informações como data das viagens, números dos voos, horários, escalas e o valor das passagens aéreas. Se tiver havido utilização das milhagens aéreas para a compra das passagens, os emedebistas pedem o número do CPF a que estas milhagens estão atribuídas. O pedido de informações exige que o Executivo também anexe os comprovantes de inscrição do prefeito e de seu irmão, Chico Guerra (Republicanos), nos eventos a que eles afirmam terem comparecido.

Para Périco, esse pedido de informações não seria necessário se a prefeitura agisse com maior transparência junto à comunidade. “Infelizmente, não precisaríamos disso se Daniel fosse transparente, não conosco, mas com a comunidade, que é responsável por pagar seu salário. Ele deveria vir a público e mostrar o que trouxe de positivo para Caxias do Sul. É o mínimo”, pregou Périco.

Mais conservador, Gremelmaier destacou que o resultado das viagens do prefeito não está sendo colocado em xeque, mas que os vereadores exigem transparência. “Nenhum de nós tem como saber o resultado de uma viagem quando embarca. Depende da negociação que houver. Não estamos cobrando resultados positivos. O prefeito não precisa ter medo de mostrar para onde vai, ele precisa abrir essa caixa preta”, apontou Gremelmaier.





Publicidade