Política

Câmara aprova moção de contrariedade à PEC 280

Proposta da Assembleia Legislativa visa venda do Banrisul e de outras estatais
29 de outubro de 2019 às 11:25
Foto: Câmara Municipal, Divulgação

Na sessão ordinária desta terça-feira (29), na Câmara Municipal de Caxias do Sul, houve aprovação por unanimidade dos parlamentares da moção de contrariedade à Proposta de Emenda Constitucional nº 280/2019. O texto é de autoria do deputado Sérgio Turra (PP) e tem a assinatura de outros 24 deputados, e está tramitando na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

A PEC 280/2019 propõe a retirada da Constituição Estadual de exigência de plebiscito popular para a venda de três estatais gaúchas, dentre as quais está o Banrisul. As demais estatais são a Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs) e a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). A Constituição Estadual havia sido incluída na lei durante a gestão do ex-governador Antonio Britto (PPS).

Na defesa dos vereadores, citou-se o fato de que o Banrisul é uma empresa que tem dado lucro para o Palácio Piratini. O vereador Felipe Gremelmaier (MDB) destacou os aportes financeiros da instituição para entidades esportivas, como clubes de futebol e equipes de basquete, destacando o enorme retorno em marketing dessas ações.

A moção de contrariedade foi assinada pelos vereadores Denise Pessôa (PT), Alberto Meneguzzi (PSB), Kiko Girardi (PSD), Elisandro Fiuza (Republicanos), Edio Elói Frizzo (PSB), Rafael Bueno (PDT), Renato Oliveira (PCdoB) e Rodrigo Beltrão (PT).





Publicidade