Cidades

CONSUMIDOR: Procon investe em melhorias e em ações de conscientização

Para marcar o Dia Internacional do Consumidor, comemorado na sexta-feira (15), o Procon Caxias do Sul lançará um novo pacote de serviços à comunidade caxiense. Reclamações
13 de março de 2019

Para marcar o Dia Internacional do Consumidor, comemorado na sexta-feira (15), o Procon Caxias do Sul lançará um novo pacote de serviços à comunidade caxiense. Reclamações online, autoatendimento e visita aos bairros e distritos estão entre as novidades.

Uma nova plataforma digital (procon.caxias.rs.gov.br) também entrará em funcionamento. Por meio dela, definida pelo coordenador do Procon, Luiz Fernando Del Rio Horn, como mais objetiva e fácil das pessoas operarem, será possível fazer reclamações online e agendar o atendimento presencial. “Isto propiciará mais agilidade e economia para o consumidor”, acrescentou.

Para melhor explicar o funcionamento desta ferramenta, será instalado um totem de autoatendimento, junto à Coordenadoria de Acessibilidade, no térreo do Centro Administrativo. A sede do Procon terá dois desses aparelhos. O objetivo é repassar o conhecimento às pessoas que transitam por estes locais.

Também na sexta-feira, das 9h30 às 11h30, estreia o projeto Procon Móvel, que levará atendimento aos diferentes bairros e distritos. As primeiras comunidades a receberem o serviço são Santa Lúcia do Piaí, junto à subprefeitura; e o bairro Santa Fé, junto à Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves. "Essa é uma forma de levarmos o Procon e seus serviços à população. A ação será permanente e mensal, contemplando todas as regiões, selecionadas de acordo com o critério populacional", explicou.

O Procon realizará duas ações do evento Multiplicadores para um Consumo Legal na Estação Rodoviária de Caxias do Sul: na sexta (15), das 17h às 19h30, e no sábado (16), das 9h30 às 11h30. O órgão e mais 30 empresas parceiras do projeto oferecerão orientações, oficinas e a possibilidade de renegociação de dívidas. Rio Grande Energia, Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto, empresas de telefonias, internet e de crédito são algumas das que estarão presentes. “Também haverá representantes da OAB para que os procedimentos sejam firmados de forma justa”, salientou.

Necessidade de mudanças na lei

Historicamente, as principais reclamações que o Procon Caxias recebe são as mesmas registradas em âmbito nacional. Preço dos combustíveis, financiamentos para os idosos e telefonia e internet na área rural. Segundo o coordenador do Procon Caxias, Luiz Fernando Del Rio Horn, para que se tenha diminuição nestes casos é necessário mudar a legislação. “Geralmente agimos na consequência, quando o correto é atacar a origem. A maior parte das demandas é resolvida. Mas não quer dizer que o problema não se repetirá ali na frente. Não há segurança jurídica que atue na raiz dos problemas”, cobrou.

Conforme Horn, a unidade de Caxias opera com a sua capacidade máxima de 60 atendimentos presenciais diários. “O índice de resolução se divide em duas fases. No momento do atendimento o índice de sucesso é muito grande. Mas quando há a necessidade de abrir expediente administrativo, a taxa de resolução cai para em torno de 60%. Nestes casos, quando se tem que aguardar todos os trâmites burocráticos, o tempo para se chegar a um resultado satisfatório pode levar até um ano”.





Publicidade