Esportes

Brasil e Argentina decidem vaga na final da Copa América, nesta terça, em Belo Horizonte

Gabriel Jesus será titular de Tite no confronto contra a Argentina
02 de julho de 2019 às 12:21
Foto: Lucas Figueiredo, CBF, Divulgação

Já consagrado como um superclássico das Américas, o embate entre Brasil e Argentina terá mais um capítulo escrito na noite desta terça-feira (2), em Belo Horizonte, em duelo válido pela semifinal da Copa América. O jogo começa às 21h30 e terá transmissão para todo o país pela TV Globo e Sportv.

Para a quarta-feira (3) está programada a outra partida da semifinal, em Porto Alegre. Na Arena do Grêmio, a partir das 21h30, Chile e Peru medem forças. O confronto também será transmitido pela TV Globo e pelo Sportv. Quem vencer estará classificado à decisão da Copa América, marcada para o domingo (7), no Maracanã. Já a disputa pelo terceiro lugar será no sábado (6), na Arena Itaquera.

Em campo, no Mineirão, são 22 títulos conquistados. A Argentina venceu o campeonato em 14 oportunidades. O Brasil ergueu oito troféus. Nas quartas de final, a Argentina atropelou a Venezuela com vitória por 2 a 0, enquanto o Brasil precisou dos pênaltis para eliminar o Paraguai, após um empate sem gols.

Nesta segunda-feira (1), o técnico Tite orientou o último treino da equipe antes do embate. As preocupações foram direcionadas ao sistema ofensivo. No último confronto, o Brasil fez mais de 20 chutes a gol, mas não furou o adversário. A tendência é que a Argentina não se feche como fez o Paraguai, e deixe espaços para os comandados de Tite jogarem.

Nos quatro confrontos da Seleção até aqui na Copa América, foram oito gols marcados e nenhum sofrido. O Brasil é o único dos semifinalistas a ainda não ter tomado gol, e a solidez no setor defensivo será vital para passar de fase outra vez e chegar à decisão do torneio. A única baixa da equipe em relação ao time que empatou com o Paraguai é o lateral-esquerdo Filipe Luís, que sentiu desconforto. Alex Sandro deve substituí-lo.

Esta será a 109ª partida entre as seleções na história dos confrontos. O Brasil venceu 43 vezes, contra 41 vitórias dos argentinos e 24 empates. A última vitória brasileira ocorreu em 2018, na final do superclássico das Américas. Os artilheiros do Brasil são Everton e Philippe Coutinho, cada um com dois gols. Do lado argentino, cinco atletas fizeram um gol cada, dentre eles, Lionel Messi.