Política

Ação buscará sensibilizar comunidade por mais respeito aos ciclistas

Atividade está marcada para 20 de fevereiro em três pontos de Caxias do Sul
19 de fevereiro de 2020 às 17:17

Vereadora Tatiane Frizzo expôs as dificuldades e o perigo para quem se locomove com bicicleta (Foto Gabriela Bento Alves, Divulgação)

A Comissão Temporária Especial pela Defesa da Bicicleta Como Meio de Transporte e Atividade Esportiva da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul organiza na quinta, 20 de fevereiro, ato educativo pedindo mais respeito ao ciclista. A atividade ocorrerá, a partir de 18h, nas esquinas das ruas Sinimbu com Garibaldi, Avenida Rubem Bento Alves com Ludovico Cavinato, junto à Casa de Pedra, e Pinheiro Machado com Feijó Júnior. A ação tem apoio da Escola Pública de Trânsito e da União dos Ciclistas Caxienses.

A iniciativa, exposta na sessão da Câmara Municipal de quarta, dia 19, pela vereadora e presidente da comissão, Tatiane Frizzo/Solidariedade, está alinhada com a celebração, em 25 de fevereiro, terça próxima, do Dia Municipal do Ciclismo, definido pela lei 7.913, de dezembro de 2014. A data também recorda o atropelamento de ciclistas ocorrido em 2011, em Porto Alegre.

Na avaliação da parlamentar, é necessário que, dentro do plano Municipal de Mobilidade Urbana, haja um Plano Municipal Cicloviário, com estrutura adequada, como ciclovias e ciclofaixas, e pontos que se interliguem, favorecendo o usuário da bicicleta, seja por esporte ou para trabalho. Tatiane entende que Caxias do Sul tem condições de valorizar e explorar mais o ciclismo sob o vieses da educação e do turismo, como Bento Gonçalves já faz com experiências de cicloturismo.

Lembrou o perigo porque passam atletas que usam vias da área urbana e do meio rural para treinamentos. Tatiane recordou que a atleta Lisiane Toneta sofreu um acidente na Rota do Sol e registrou boletim de ocorrência contra o Estado pelas más condições da rodovia. Segundo a vereadora, no Brasil, nos últimos 15 anos, foram registradas 20 mil mortes de usuários de bicicleta enquanto transitavam por vias ou estradas.

Em imagens, a parlamentar apresentou como seria uma cidade ideal para o cliclista e recordou que morou na Austrália, onde existem totens com recursos que auxiliam o ciclista, além de uma política pública de incentivo à utilização de bicicletas e de educação e respeito ao ciclista. "Bom seria que não tivesse uma separação física, com faixas para ciclistas, mas hoje ainda precisamos que exista. Na parte da competição, ainda sonho que possamos ter novamente campeonatos internacionais em Caxias do Sul, como ocorreu no passado", destacou.

Tatiane destacou que a comissão protocolou projeto propondo a reserva de vagas para ciclistas em estacionamentos privados. Também anunciou intenção de realizar audiência pública para saber do Município como estão os planos de melhorias para os ciclistas da cidade.