Comunidade

AGRONEGÓCIO: Vendas crescem 9,5% na Expodireto

A 20ª edição da Expodireto Cotrijal, encerrada na sexta-feira, apurou negócios na casa de R$ 2,4 bilhões, incremento de 9,5% sobre o ano passado, quando foram registrados
19 de março de 2019

A 20ª edição da Expodireto Cotrijal, encerrada na sexta-feira, apurou negócios na casa de R$ 2,4 bilhões, incremento de 9,5% sobre o ano passado, quando foram registrados R$ 2,2 bilhões. O público visitante foi recorde. No total, 268 mil pessoas passaram pelo Parque da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, entre 11 e 15 de março. Em comparação com 2018, ocorreu aumento de 1%, quando 265,6 mil pessoas prestigiaram o evento.

O balanço final foi apresentado em entrevista coletiva com a presença do presidente da Cotrijal, Nei César Manica, o vice-presidente Enio Schroeder, o senador Luis Carlos Heinze, o prefeito de Não-Me-Toque, Pedro Paulo Falcão da Rosa, e os demais integrantes da comissão organizadora. “Estamos muito satisfeitos. Pelo sentimento do que ouvimos do parque, esta foi a melhor, a mais bonita e organizada Expodireto”, disse Manica.

O presidente também destacou os desafios enfrentados para a realização desta edição, como o temporal que atingiu diversos estandes três dias antes da abertura oficial. “O agronegócios não tem medo de desafios. Tudo foi reconstruído a tempo”, sentenciou o presidente da Cotrijal.

As vendas por meio das instituições financeiras públicas e privadas tiveram crescimento de 13% em relação a 2018. Os bancos de fábricas registraram alta de 1% e as compras com recursos próprios aumentaram 38%. No Pavilhão Internacional, o volume de negócios chegou a R$ 291 milhões. No Pavilhão da Agricultura Familiar as vendas superaram R$ 1 milhão.

A 20ª edição contou com a presença de 534 expositores em área de 98 hectares. No ano passado, foram 527 expositores em uma área de 84 hectares. A edição de 2020 está marcada para o período de 2 e 6 de março.





Publicidade