Cidades

4 mil pacientes esperam por consulta e cirurgia vascular

02 de outubro de 2019 às 09:30

Por falta de leitos, os hospitais Geral, Pompéia e Virvi Ramos não estão conseguindo atender a demanda de cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde. Também é crítica a situação das consultas e cirurgias vasculares. No momento, 4 mil pacientes aguardam em fila de espera em Caxias do Sul.

Foi o que expôs Marguit Meneguzzi, diretora do Departamento de Avaliação, Controle, Regulação e Auditoria (Dacra) da Secretaria Municipal da Saúde, em reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Vereadores, nesta terça. Ela também indicou que a cidade enfrenta dificuldades em suprir o grande número de demandas em especialidades, como oftalmologista, otorrinolaringologista e endocrinologista, além de cirurgias de alta complexidade.

A reunião foi acompanhada pela diretora executiva Cleciane Simsen e pelo diretor administrativo, Geraldo Freitas, do hospital Virvi Ramos, e pelo diretor financeiro do Pompéia, Gilberto Weber. Eles asseguraram que os estabelecimentos têm feito todo o esforço para ajudar a população no atendimento.





Publicidade